Como pedir uma menina se ela está conversando com outros caras

12) Use seus pés a flertar com uma menina. Da mesma forma, no caso de você está sentando transversalmente ao longo de seu seu bonito para descansar as pernas sobre a cadeira que ela está sentada, quer com uma perna em cada um dos lados dela, ou com uma perna entre as pernas, mas advertindo: não toque sua 'área de mulher', com o pé, apenas essencialmente descansar lá um pouco longe dela ... E se elas estão imitando algo, tá na hora de você, como pai, ver que tipo de mídia ou de pessoas ela está tendo acesso sem sua permissão. É um problema psicológico, não uma falha de caráter. Se muito, é uma puta falha de caráter do guardião dela deixar ela agir assim. P: como é ser vítima de abuso depois? Manter uma linguagem corporal aberta, com um sorriso sincero, e continuar a conversa sem que você precise perguntar algo são sinais de que ela está confortável. Se ela estiver sorrindo de modo desconfortável, sem manter contato visual e dando respostas monossilábicas, é provável que ela não esteja interessada em você. Se você vir outros caras olhando ou conversando com ela, não comece a fazer um milhão de perguntas sobre quem são eles ou como ela os conhece. Aja naturalmente em vez de parecer alguém inseguro. Tente evitar questionar os sentimentos dela por você, ou fazer parecer que está desesperado para agradá-la. A própria menina deve ver essas qualidades em você. 4. Não relembrou seu antigo relacionamento. Será interessante para qualquer garota. Que perguntas podem pedir uma garota em uma data? 1. Quais são seus hobbies ou interesses. 2. Infância. Todo mundo gosta de lembrar sua infância. Pergunte a ela sobre o que ela estava brincando no brinquedo? Muitos caras vão ficar procurando indicadores de interesse mais comuns, como a mulher toca o cabelo, jogar para trás, vão procurar ver se ela está olhando pra baixo ou desviando o olhar para o lado, se estão mordendo os lábios. Como ao menos em mim criou-se um sentimento (se eu falar que a amo estarei mentindo, mas realmente gosto muito dela), eu nunca fui de ficar mentindo ou enrolar alguém, queria criar algo a mais, avançar nisso, mas entendo que devido a nossa distância é complicado, o ponto é: ela sempre diz que tem saudades, fala coisas bonitas, mas no outro ... 6) Conhecer ela para dizer uma menina Você a ama. Fique a conhecê-la melhor, e quando o tempo está correto, diga, no entanto, dizem que definitivamente (veja dicas para escolher o momento perfeito). Quando você diz a ela, na chance que você está aceitando que ela vai tomar 'amor' como excessivamente, diga-lhe porquê.

Fui a babaca ao não saber que minha amiga havia me bloqueado?

2020.08.16 07:40 FantasticElf Fui a babaca ao não saber que minha amiga havia me bloqueado?

Olá Lubixco sem queixo, papelões, gatas, espíritos que passam pela porta do luba, editores e turma que está a ver. A história que está citada no título será contada ao final, pois primeiramente preciso explicar e citar algumas coisas para que faça mais sentido.
Para não ter que explicar isso no meio da história vou colocar como cada pessoa que faz parte da história será chamada:
Borboleta; eu mkkk Libélula; a amiga em questão Urso; meu melhor amigo e gosta da Libélula Girafa; melhor amigo de libélula Peixinho1; amigo de todos do grupo Peixinho2; um amigo do qual libélula gostava, porém não faz parte desse grupo de amizade e que será chamado de Peixinho2 porquê ele e Peixinho1 tem o mesmo nome
Tenho essa amiga que conheço ela desde 2018, nos tornamos amigas e depois melhores amigas, somos bem próximas e nos consideramos irmãs, e até brincamos coma ideia de ser irmãs gêmeas considerando que somos bem parecidas fisicamente e gostamos de muitas coisas em comum. Mas desde 2019 ela ficava puta comigo sem motivos aparentes, tipo o fato de eu sempre demorar para responder e ter amigos os quais ela não gostava, acontecia poucas vezes e eu não ligava muito, pois no final a gente sempre ficava de boa, porém desde o começo da quarentena tem ficado muito mais frequente, e chegava ao ponto de ela me bloquear.
Uma recente briga e que ainda faz nosso grupo de amigos começar a discutir é quando um dia, Urso me manda um print onde ele e Girafa estavam conversando e Girafa falava que Libélula gostava do Peixinho, Urso me pergunta se era verdade e eu fugi do assunto falando como Girafa estava com uma cara de cu na foto do perfil mkkjs, no final falei que sim, e ele falou "Ela gosta do PEIXINHO1?" Eu falei que não e expliquei que era o Peixinho2. Nesse meio tempo Girafa me mandou uma mensagem falando "Só confirma tudo que ele pedir" eu mandei um Q, sem entender nada, pois ainda não leio mentes para saber de quem e do que ele falava. Exatamente 5 minutos depois de Urso me perguntar quantos anos Peixinho2 tinha, Libélula mansa 3 áudios no grupo do WatsApp, o primeiro ela falava "Borboleta, eu pedi pra você contar alguma coisa? eu pedi?" O segundo ela falava "Fodase vai no grupo mesmo, todo mundo já tá sabendo mesmo" e o terceiro ela falava que estava com vontade de me espancar e esfregar a minha cara no chão mkkk amizade boa é essa. Depois disso Urso falou pra ela se acalmar e depois começou a brisar falando "que as vezes nao da nada, mas as vezes da tudo", Girafa como o belo filho da puta que é falou que só dava risada, depois todo mundo começou a discutir e eu só fui saber disso quase uma hora depois quando a merda toda já estava feita e nem tempo para me "defender" tive, joguei a culpa para cima de Girafa, porquê estava puta com ele e em parte a culpa era dele mas também minha, agora vejo que estava errada em jogar tudo em cima dele. No outro dia já estava tudo de boa e resolvido, apesar de eu ainda querer socar a cara de Girafa.
Outra coisa que ela sempre joga na minha cara, é o fato de eu ter mentido sobre já ter mandado nudes. Nós estávamos conversando e ela me perguntou se eu já havia mandado, eu falei que não, apesar de já ter mandado, pois me arrependia e não necessariamente achava que isso era importante. Ela que conversava com um amigo meu, me falou que Anta (nome que dei pra ele agora mkk) falou que eu já tinha mandado nudes para ele, era verdade, e Libélula me perguntou porquê eu tinha mentido, falei que não era algo que eu achava importante, me arrependia e que me envergonhava disso, ela falou pra eu nao falar pro Anta que ela tinha contado, porém demorou um pouco pra falar isso. Eu com uma pequena raiva fui e mandei mensagens para Anta. Repeti 3 vezes o nome de Anta e mandei figurinhas de um bichinho que tinha uma faquinha e outras que tinham mais ou menos a mesma coisa da outra, e falei que eu iria matar um Anta, e que as pessoas não podem sair falando as coisas assim, mandei um pedaço das mensagens que Libélula tinha mandado para mim onde falava que ele contava que eu tinha mandado pra e ele pra mim. No final ela ficou puta comigo e me bloqueou, umas horas depois ela me desbloqueou e a gente ficou de boa de novo.
Toda vez ela me bloqueia porque eu nunca conto nada que acontece na minha vida, porém ela não entende que não acontece nada na minha vida para eu contar pra ela, e quando acontece é alguma coisa envolvendo uma amiga minha ou outro melhor amigo que eu tenho, e ela odeia os dois e sempre fica full pistola comigo quando eu falo com eles e já falou diversas vezes para eu parar de falar com eles, ou com outros amigos meus que eu raramente falo, então é, eu não conto nada.
E agora a última história que é a do título. Hoje a tarde ela me mandou um áudio me perguntando sobre uma coisa que eu postei no meu Twitter, e perguntou se as mensagens que tinha tinha no print que estava no Tuíte (? Não sei escrever o bagui pq sou lezada mkkkj) eu havia enviado para ela, porquê as mensagens não foram e ela tinha me bloqueado. Eu com toda a minha lerdeza e sem entender nada falei "tu me bloqueou?" e Ela simplesmente explodiu, ela falou que sim tinha falado no grupo block (Eu tinha mandado um print no grupo que eu tava conversando com uma amiga da minha amiga e perguntei oque ela estava fazendo ela falou que estava vendo um filme e falou que era Harry Potter eu falei que também e comecei a rir da coincidência) porém que eu paguei pra isso, falou que eu não me importo com ela, que eu não deixo ela mexer no meu celular por que eu tenho várias meninas falando comigo, e que eu não chamo ela de melhor amiga. Eu tava rachando, quebrando no meio, esbagaçando minha garganta, pois achei que ela tava zuando, mas não, eu falei isso, e ela ficou muito, mais muito puta e me bloqueou depois de falar que eu não consigo ficar um minuto sem rir, sem falar palavrão ou zuar alguma coisa, e eu falar que não. Mandei uma mensagem no grupo falando pra ela me desbloquear ela perguntou porque faria isso e depois mandou um áudio, jogando na minha cara o bagulho que contei para o Urso, do nudes que neguei mandar para o Anta e sobre não contar oque acontece na minha vida e falar que eu minto sobre eu falar que não tenho amigos além daqueles do grupo, depois Libélula saiu do grupo e eu sai também, não queria falar com ninguém. Depois de umas 2 horas Peixinho1 falou para eu pedir desculpas para Libélula e me perguntou oque aconteceu, Girafa colocou eu e Libélula no grupo de novo e falou para nós parar de tretar, Urso concordou, porém ninguém mais falou nada.
Então, eu fui a babaca? (Reconheço que fui babaca em algumas situações como sobre a do Urso que contei para ele de quem Libélula gostava e joguei toda a culpa no Girafa, e outras que não contei pq não eram tão importantes:-;)
Se alguém querer me dar um conselho sobre o que fazer eu aceito, pois ainda estou bloqueada e a minha amizade com ela é muito importante pra mim, apesar de sempre ser bloqueada '-'
Ficou grande mas é a vida né MKKKKKKJ, obrigada por ler até aqui se você leu <3
submitted by FantasticElf to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.16 22:01 vivihelriguel MEU PRIMEIRO CORAÇÃO PARTIDO E O DESASTRE DEPOIS DISSO

Essa históra será muuuito longa e é mais um desabafo, entendo q após ler vc pode me achar um ser humano horrível e eu entendo, mas me arrependi muito das minhas ações se serve de alguma coisa.
Olá Luba, editores, papelões sobreviventes, gatas e turma q está a lever.
Bem minha história aconteceu ano passado (ahh saudades de 2019) eu tinha 14 anos quando tudo começou. Por uns 3 anos eu tinha uma queda pelo meu melhor amigo q é gay e tipo eu sabia disso mas continuava a gostar dele, mas em Agosto eu decidi superar esse meu amigo.E é ai q a merda começa, eu comecei a "olhar" de uma forma diferente para um outro amigo meu (vamos chamar ele de Varls) ele sempre se abria comigo e eu lembro q em um dia o Varls me contou de um dia q ele pegou uma amiga dele no cinema (e eu fiquei puta de ciúmes , do nada) foi ai q eu percebi q gostava dele muito além q um amigo , e é claro q eu comecei a ficar meio boba perto dele e tava na CARA q eu gostava dele. Passou 1 semana e eu disse pra mim mesma q "não" gostava mais dele (na real acho q só guardei esses sentimentos).Em um dia a minha sala fez tipo uma excursão pra outra escola (estávamos no 9° ano e não tinha ensino médio na escola ai nos levaram nessa escola pra ver como era) dividiram a nossa sala em 2 grupos o 1° grupo ninguém liga era todos um bando de chatos metidos, já o 2° grupo era formado por eu, meus amigos (incluindo meu amigo gay) e o varls. Eu e meu amigo gay sempre fomos bem próximos (ele sempre foi perfeito acho q por isso tive uma queda por ele) eu sempre segurava a mão dele SEMPRE e só a mão dele (era o único menino q eu andava de mão dadas), até q em um momento o Varls simplesmente segurou na minha mão (eu sei é algo normal, MAS PRA MIM NÃO) e eu deixei é claro, ai o meus sentimentos voltaram pra me fuder.No dia seguinte dessa excursão eu toda trouxa iludida q sou fui perguntar pro Varls qual menina q ele tava gostando e ai ele toodo tímido falando tipo "ain nun sei, vc conhece ela muito bem" até q ele falou q era eu. E ai vc vai começar a ver as minha atitudes questionáveis, quando ele falou isso eu entrei em pânico total parece q na minha cabeça começou a soar uma sirene dizendo "ALERTA VERMELHO, ALERTA VERMELHO" o engraçado foi minha melhor amiga Mariana (vou expor ela sim, guardem esse nome ela é uma peça importante nessa história) já toda feliz dos dois amigos dela namorando e tals (coitada outra iludida igual eu kakakaka).Depois q ele se declarou pra mim (detalhe, ele já sabia q eu gostava dele) eu fui uma completa idiota, escrota e babaca com ele; comecei a evita-lo a TODO custo, não dei satisfação nem nada só comecei a ignora-lo (me arrependo muito dessa atitude imatura minha), mas era oq eu sabia fazer de melhor fugir ou tentar fugir dos meu problemas. Bom depois de um tempo sendo MUITO fria com ele a gente voltou a conversar normalmente como éramos antes, conversamos muito principalmente pelo discord.Acho q se passou alguns meses, acho q a gente ja tava em outubro só não lembro se isso aconteceu antes ou depois do meu aniversário a gente tava conversando eu, Varls, dona Mariana e um outro amigo (ele é irrelevante) o Varls fala: "eu sei q vc ainda gosta de mim Vitória" eu eu fiquei tipo ??????? ai a Mariana (te amooo) falou: "e vc Varls ainda gosta dela?" e ele disse q TALVEZ, ai o sentimentos q estavam se normalizando em mim voltaram com força total (novamente pra me fuder). Depois virou meio q um vai e vem sem nenhum dos dois se assumindo ou tentando algo, eu por ser insegura e não estar me sentindo preparada e ele pq sei lá; nossos amigos (a gente tem o mesmo círculo de amizade) seeeempre me falavam pra eu dar uns pegas nele só q por mais q eu queria não me sentia pronta e nem segura sobre ele (como eu havia dito antes ele se abria comigo e naquele ano ele me falou q teve uma queda por umas 3 meninas da minha sala antes de mim, e eu fui a única q correspondia ele) não sei oq ele sentia por mim e eu não iria dar um salto de fé (nem fudendo). Por impaciência dos meus amigos eles meios q nos "forçaram" a algo o Varls por livre e expontânea pressão dos nossos amigos ele decidiu me pedir em namoro, levou anel e tudo, e ele se ajoelhou e pediu e eu aceitei pq tipo tava todo mundo em volta e fiquei com vergonha de dizer não, passou uns 4 minutos q ele me pediu e eu fui e chamei ele pra um cantinho e devolvi o anel, expliquei pra ele q aquela não era a hora pra mim ainda era muito imatura, mas ele não aceitou o anel e disse pra eu ficar com ele (o anel era mó bunito) OBS: perdi o anel depois hihihihihhi. A nossa amizade aparentemente continuou a mesma e eu fiquei bem feliz com isso (por mais q a gente não fosse namorar ainda estimava a amizade dele); corta pra dezembro último dia de aula, eu toda bobinha com ele esperando ele chegar na nossa festinha, esse último dia foi terrível eu e meus amigos não iriamos estudar mais juntos (estudamos por 4 anos juntos), foi uma choradeira e quando eu fui abraçar o Varls (detalhe: eu pedi pra ele ir pra mesma escola q eu ia,mas ele foi pra uma mó cara (burguês safado)) ai eu perguntei chorando litros: "a gente ainda vai se ver?" e ele disse na forma mais fria "não sei" (não escorreu uma lágrima). Esse momento é irrelevante pra história mas quero compartilhar: quando eu fui embora dei um beijo na bochecha dele e disse "adoro seu cheiro" (aliás o perfume dele era a perfeição, mas sinto uma vergonha de ter dito isso ). Corta para o começo do ano de 2020, comigo ainda sentindo algo pelo Varls e pedi para Mariana (minha fadinha linda perfeita) mandar meu novo número de celular para ele, pra ver no que ia dar, eu e Varls conversamos mas sei lá a gente não dava certo como antes, mandava mensagem no celular da Mariana fingindo ser ela (totalmente autorizado pela própria), ate q ela decidiu perguntar se ele ainda gostava de mim e eu iludida esperançosa com a resposta (sou um pouco bipolar e contraditória eu sei) bom a resposta não foi oq eu esperei, na verdade ele disse q não sabia bem ao certo e que queria só seguir em frente, essa resposta me quebrou e eu decidi fazer o mesmo né (eu já tava imaginando a nossa vida juntos, misericórdia sou muito trouxa) mas mesmo assim ele conversava e me ligava pelo discord BASTANTE, ate q um dia (eu ja estava "bem" em relação a ele) a gente começa a conversar pelo Whatsapp e ele me manda uma foto de açai (eu amo açai) e falo "se eu sonhar com açai essa noite é culpa sua" e ele me responde com "se eu sonhar com vc é culpa sua" E FIQUEI DOIDA, pouco tempo depois ele saiu da conversa (passei a noite quase toda pensando nessa maldita frase) no dia seguinte questionei ele e o Varls simplesmente disse q era uma brincadeira, isso me quebrou, depois foi eu lá mandar mensagem dizendo q ainda gostava dele e ele disse "ata" só isso, chorei horrores. O incrível q ele é super frio, e grosso comigo a Mariana tbm concorda comigo q ele é super frio, isso me deixa triste pq eu ainda gosto dele e ver q ele superou tão rápido e eu to aqui na fossa é uma merda, além disso a nossa amizade não é a mesma não temos a mesma intimidade e dinâmica de antes, e acho q não o conheço mais, em algumas vezes ele ainda é legal comigo em outras é frio, quando eu não converso com ele ta ok mas quando a gente conversa tudo começa a voltar EU TO PIRANDO DE LEVE.
Eu tenho a teoria de q ele é frio comigo como vingança pelo q fiz antes a ele mas ele tbm é frio com a Mariana, aliás eu pedi desculpas pelo q fiz antes e ele meio q me desculpou.
tá ai meu desabafo, relevem qualquer erro ou algo do tipo
submitted by vivihelriguel to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.09 17:03 BatataC9 O tóxico do pãozinho de queijo

{o título tá uma merda perdão} Olá Lubixco, gatas, falecidos papelões, falecida barba, possível convidado (q n existe) e turma q está a assistir (Sou baiana ent.. fique avontade Lubitho)
Bem, hj eu vim contar uma história q aconteceu qnd eu tinha 11 anos, ela envolve, ex tóxico, melhores amigas violentas, mijo nas calças, e muito choro kkkkkkk
Enfim, vamos lá, (Detalhe importante, eu tenho um grupinho, com 3 melhores amigas, nos conhecemos desde pequenas, duas delas estudam na msm escola q eu), eu estava no 7° ano e tinha uma amiga da condução, vamos chana-la de Tatá, a Tatá era do 6° ano, e eu as vezes andava com os amigos dela, entre esses amigos, tinha um garoto q eu achava bonitinho, cmç a conversar mais com ele e percebi q ele era mt legal, dps de um tempo me aproximando, 1 ou 2 meses percebi q estava gostando dele, contei para a Tata e pedi ajuda pra saber se ele gostava de mim, uma semana se passou e ela me disse q ele gostava de mim, eu fiquei super feliz né, dps de mais um tempo conversando, eu dei um selinho nele pra ver se ele se tocava q eu gostava dele
Alguns dias dps desse selinho, ele me pediu em namoro (foi bem fofinho) eu aceitei, no cmç era incrível, ficávamos juntos no recreio sempre, apresentei ele pros meus amigos, e tals, MAAAS, dps de um tempo, ele ficou frio, grosso, n queria ficar cmg, me tratava mt mal, marcavamos de nos encontrar no recreio chegada ou saída e ele me dava bolo, dps dava uma desculpa idiota (E eu como boa trouxa q eu sou, aceitava numa boa) entre outros 5 meses se passaram e eu ainda estava com ele, no dia em q fizemos 5 meses juntos, eu escrevi várias mensagens fofas, comprei pão de queijo, e uma caixa de bombons (Pus as mensagens grudadas nos bombons) e fui pra escola
Chegando lá, ele ME IGNOROU COMPLETAMENTE, falei com ele e ele me tratou super mal, me empurrou e disse
"Pô cara me deixa em paz, n tá vendo q eu tô ocupado caralh*"
Fiquei mt chateada, sou uma pessoa sentimental e qualquer coisa eu tô chorando, segurei minhas lágrimas e fui pra minha sala, na hora do recreio fui até ele (com meu pão de queijo na mão) e nós brigamos feio, terminei com ele dizendo q não aguentava mais ser tratada daquela forma, q ele era tóxico, idiota e ridículo, ele pegou o meu pãozinho, TACOU EM MIM! e saiu, fiquei revoltada, mas ainda triste, chorei o resto do dia e pra infelicidade do sujeito, minhas amigas viram
No fim da aula, eu estava muito triste ainda, a escola tava quase vazia (minha condução chegava atrasada), eu tava em um banco da pracinha ouvindo música, qnd a Tata chega correndo e me solta "Amg, tão batendo no "Carls" vem cá!!!"
Eu fico confusa, tipo oq eu tenho a ver, mas vou com ela, ainda cabisbaixa, chegando lá, na parte de trás da escola, onde tem umas mesinhas, tá as duas meninas q eu falei no início (vamos chamar de Lu e Beh) e uma amg nossa (vamos chamar de cagada, história pra dps kkkkkk), além do menino, q tá sentado na mesinha, obrigado!
Elas cmç a bater nele, mandando ele me pedir desculpa, ele tava chorando já, elas tinham 15 e 14 anos e o garoto, 11, ele me pediu desculpa chorando, elas fizeram ele dizer "Eu sou um idiota, ridículo e pa* no [email protected]" O garoto estava tremendo de medo já, tinha gente até gravando, dps de tudo, cada uma das minhas amigas deu um soco nas costas dele e falaram pra eu dar tbm, sou contra violência ent neguei, falei q aquilo era desnecessário, n posso negar, ri um pouco mas dps pensei q elas eram mt mais velhas e já tava ficando ridículo aquilo, Lu (q é a mais velha) deu um soco nele "por mim" e dps soltaram o msm, q foi correndo pro banheiro, os amgs dele q souberam oq teve dps foram pro banheiro atrás dele e voltaram dizendo q ele tava chorando mt e q tinha SE MIJADO!!!
Sai correndo e me tranquei no banheiro, me senti muito culpada por aquilo, o garoto tinha 11 anos, msm me fzd mt mal, n acho q merecia isso
Qnd a condução chegou entrei sem olhar pras minhas amigas, sentei sozinha e fiquei ainda com aquela culpa, qnd cheguei em casa pedi mil desculpas pelas minhas amigas para o garoto pelo wpp (elas ainda me chamam de trouxa por isso), ele respondeu falando q eu era uma puta vadia dos infernos, hj estou bem, mas na época, fez eu me sentir mais culpada ainda
É isso Lubinha, espero q tenha gostado, obg por ler, desculpa se ficou MT grande e por qualquer erro de português kkkkk foi a minha primeira vez aqui, sou muito sua fã, vc é meu Youtuber preferido, amo vc, bjs menor q treixxxx
submitted by BatataC9 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.14 16:40 IadalaPriya Fui a babaca por deixar minha amiga bêbada com outros amigos?

Olá Luba, editores, gatas, e turma que está a ver.
Moro num bairro de vários condomínios (essa info é meio relevante) e eu e uma turma de amigos sempre íamos no mesmo condomínio a noite pra beber, ouvir uma música e conversar sobre a vida, algo sempre “saudável”. É lógico q às vezes um ou outro de nos afogava as magoas, e nos sempre nos ajudávamos. Minha mãe sempre dizia q se eu tinha um horário, era pra eu voltar pra casa nesse específico horário, que no caso, no dia dessa história era 22:30. Na época eu estava muito próxima de uma menina q eu vou chamar de Julia. Nos sempre éramos baba uma da outra nesses roles, mas como eu disse, nos nunca saímos com desconhecidos. Com exceção de duas pessoas que estavam presentes nesse dia, tínhamos amizade de muitos anos com o resto do grupo, estudávamos juntos e inclusive Julia tinha ficado com três pessoas presentes na situação em outras ocasiões.
De qualquer forma, essa minha amiga Julia tinha passado por algumas merdas naquele ano e eu a apoiava demais. Ia muito na casa dela dar apoio, já cheguei a sair correndo de um passeio para acudir ela numa crise de ansiedade, fazia companhia etc.
Nesse dia, nos duas bebemos, mas eu nunca gostei de passar do meu limite, então quando vejo q estou meio tonta eu paro, porque não acho q é bom beber até cair. Infelizmente Julia não só bebia até cair como fazia isso recorrentemente (e até tem uma história dessa na escola, então a mãe dela sabe desse histórico) e praticamente todas as pessoas do role já tinham acudido ela alguma vez na vida.
Julia bebeu bastante e estava tudo bem até ela pedir pra ficar com um moço que chamarei de Pedro (que ela já tinha ficado antes), e ele não quis.
Nisso, ela já tinha bebido dois corotes sozinha e se afastou do grupo e eu preocupada fui atrás dela. Depois de conversarmos muito e ela chorar muito mais, o Pedro se aproximou e começou a conversar cmg sobre o que aconteceu, enquanto a Julia deitou no escorregador para descansar... depois de um minuto eu chamei ela “Julia?” sem resposta. Julia apagou e ficou apagada por quase 10 minutos. Eu chamei o grupo pra ajudar (pois tínhamos duas pessoas que faziam medicina). Pedro perguntou 3 vezes se nos deveríamos chamar a ambulância enquanto ela estava apagada e os estudantes disseram que deveríamos esperar um pouco mais pois não poderíamos fazer isso sem o consentimento da Julia, por cauda da ética (?). Julia conseguiu ainda bem, acordar num suspiro e começou a vomitar. Eu segurei o cabelo dela enquanto batia numa parte especifica das costas pra ajudar. Ela estava meio engasgada e pra piorar, começou a ter falta de ar (acho q por uma crise de ansiedade) e eu e os dois estudantes tentávamos ajudar ela, acalmando. Chegou a hora q o celular de Julia toca... Era a mãe dela. Eu falei q deveríamos contar pra ela que a filha dela estava passando mal, mas de novo, todo mundo (inclusive a própria Julia) não queriam que nos dissemos o que estava acontecendo. Atendi o telefone (meu maior erro) pois era a amiga mais próxima e disse a mãe dela que a Julia estava bem e no banheiro. Mais uma vez Pedro perguntou para Julia se ela queria que nos chamássemos uma ambulância e ela mesma disse “to suave”. E ela realmente estava nesse ponto. Ela começou a melhorar, já estava conseguindo respirar, e parou de vomitar, só estava tonta como ela mesma disse. Nesse meio tempo, meu horário de ir embora estava chegando, fiquei com ela até 22:15 e ela já estava bem melhor. Perguntei pra ela “Julia vc esta bem mesmo?” “sim” “mesmo?” “sim” “eu preciso ir embora, mas se precisar que eu fique, eu fico” e ela disse q não, que ia ficar bem. Eu nem me preocupei pq como eu disse, não deixei ela com nenhum estranho e ela já parecia estar pronta pra ir pra casa logo.
Ainda fiz dois dos meus amigos prometerem q acompanhar iam ela até em casa assim q ela melhorasse. Fui pra casa e depois de 30 min, recebo msg de uma das pessoas do role simplesmente dizendo: “fudeo”. Eu gelei. Conclusão: depois q eu sai, Julia teve outra crise de ar e ficou muito, muito mal. Mas a merda aconteceu quando o guardinha do condomínio (que NUNCA tinha aparecido nenhuma outra vez pq nem tinha guarda) apareceu e chamou a ambulância. A mãe dela chegou ANTES da ambulância, e pelo o que me contaram, ela ficou brava com todo mundo lá, e começou a culpar eles pelo o q estava acontecendo. Ela também depois disse q se decepcionou cmg porque alegou que eu abandonei a filha dela com pessoas q ela (mãe) nem conhece, que eu atendi o telefone, mas não estava lá quando chegou. Depois desse dia, eu pedi desculpa a Julia, pq me senti um pouco mal, porque se eu soubesse q ela ia piorar, eu não teria ido. Ela disse q tudo bem, mas não me respondia mais depois disso, me ignorava na cara larga. Descobri por meio do Pedro que: ela estava brava e falando mal de mim dizendo q eu fui “vacilona por ter deixado ela, que ela nunca faria isso” etc. Inclusive fiquei sabendo q os estudantes q estavam com ela, falaram mal de mim, dizendo q quando eu i o guardinha eu sai correndo, mas como eu disse, nenhum dos 6 condomínios do bairro tinha guardas nem vigilantes. Um dia eu coloquei ela na parede e ai ela me disse isso na cara, mais em tom de “já superei”. Mas ela continuou me ignorando quando queria, e só me chamando quando precisava, ai eu meio q larguei mão. Se tem algo q eu não gosto é quando a pessoa acha que eu fiz algo errado e não tem a pachorra de chegar em mim e falar pra nos podermos conversar. Falo isso para todos os meus amigos. Se eles não fizerem isso eu não tenho a chance de ser alguém melhor pra mim e pra eles. Nunca tratei e nunca vou tratar mal, ate tentamos continuar conversando, mas ela me chamou pra vários roles depois disso, onde recusei todos. Hoje em dia nem nos falamos mais. Fui a babaca?
submitted by IadalaPriya to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.06 22:13 NordestinoSemSotaque Término de Relacionamento, Traição e início de uma nova história.

Término de Relacionamento, Traição e início de uma nova história.
Olá Luba, Gatas, editores, papelões, possível convidado e turma que está a ver.
Há alguns anos atrás eu estava namorando uma pessoa, eu tinha 19 anos na época e considerava um bom relacionamento apesar dos ciúmes excessivos dela (Carls) em alguns momentos, porém aquele era o meu primeiro relacionamento então meio que eu não tinha base pra saber o que era uma relação saudável.
Porém ao longo do tempo começamos a ter mais divergências no relacionamento além dos ciúmes, uma das reclamações da Carls é que ela queria sair pra outros lugares e tals e eu tenho um perfil mais caseiro, até aí tudo bem, o relacionamento estava se desgastando, porém isso é normal quando as pessoas não têm os mesmos gostos. Tempos depois nós terminamos, porém com sentimento muito ruim, nós dois choramos abraçados tentando consolar um ao outro pela história que estava chegando ao fim e nesse fim de semana eu decidi que iriamos fazer tudo que tínhamos vontade (sair pra algum lugar, ir num cinema e etc...). Esse pra mim foi um término muito ruim, chorei muito por achar que eu tinha perdido uma pessoa incrível. Depois disso nós tínhamos umas recaídas as vezes e um dia ou outro saíamos juntos de novo. Porém, alguns meses depois nesse vai e vem uma mulher desconhecida(Fars) veio me contar que a "minha namorada" tinha me traído com o marido dela.
Nota de contexto: Esse cara já tinha namorado sério a um tempo atrás com a Carls e tinha traído ela com a Fars, a que me mandou mensagem (Ou seja o cara colocou chifre nas duas uma com a outra) detalhe quando essa mulher descobriu, ela estava grávida de 8 meses do cara...
https://preview.redd.it/z7t73ckkdc351.jpg?width=494&format=pjpg&auto=webp&s=f0b18e9cf8e0158e746d7bcbab94d527b4ad4379
Eu já tinha recebido essas mensagens fazia algum tempo, mas especificamente numa manhã de domingo eu fui ver do que se tratava, após ver essas mensagens o meu sofrimento acabou, não consegui derramar uma lágrima a mais pelo fim do relacionamento, porém, meu coração estava preenchido de ódio, não consegui nem tomar café da manhã de tanto nojo que eu sentia.
https://preview.redd.it/cvhlv1jkdc351.jpg?width=624&format=pjpg&auto=webp&s=3bfd6414b9f0ac1aa504e15d583f8f28cb735750
https://preview.redd.it/6u6y5ajkdc351.jpg?width=628&format=pjpg&auto=webp&s=ab38b59509c60bdbc3b25718d140ae05a2470135
https://preview.redd.it/wts1adjkdc351.jpg?width=628&format=pjpg&auto=webp&s=57f7661b1f190a1bb9248e5ba631d66cb79e5754
https://preview.redd.it/z6x4hmkkdc351.jpg?width=629&format=pjpg&auto=webp&s=7c74a6c0c5d94f4c51e6f0b4586699a970354944
https://preview.redd.it/fonfgejkdc351.jpg?width=630&format=pjpg&auto=webp&s=79daf03b26d359ca1cff496fcbd16be96af4a05f
Depois de falar com a Fars fui imediatamente mandar mensagem para a Carls e pedir pra conversar pessoalmente dando a entender que eu queria conversar sobre o nosso termino de namoro, e lá na casa dela eu me tranquei no quarto com ela e começamos a conversar, o detalhe é que até então eu não acreditava em tudo aquilo, fui na casa dela justamente para tirar dela uma confissão e assim aconteceu mostrei o que a mulher tinha me falado e a questionei sobre a suposta traição, uma das coisas que ela tinha me dito é que tinha se arrependido do que fez, que tinha bloqueado o cara e que fez isso porque eu não dava atenção o suficiente pra ela (mesmo assim acho que nada disso justifica uma traição, acho que é uma coisa pra se conversar e terminar caso você queira ficar com outra pessoa), acredito que ela realmente falou a verdade pois quando nós terminamos choramos juntos, porém por motivos diferentes, ela pela merda que fez e eu por achar que eu tinha deixado um bom relacionamento se desgastar.
Tudo isso aconteceu em baixo tom de voz pq por mais que eu estivesse com raiva não queria fazer mal pra ela e nem que os pais dela soubessem disso. Enfim, conversei com ela falando como ela deveria ter agido, abracei ela (que estava chorando) dizendo que estava tudo bem e que só tinha ido pra lá descarregar o peso que eu tinha no peito, me despedi dos pais dela e fui embora.
Depois, Mandei algumas mensagens para a Fars...
https://preview.redd.it/nc71ehjkdc351.jpg?width=628&format=pjpg&auto=webp&s=549e065ff35fd709030f1673297613534f8e0f02
https://preview.redd.it/w1g5exkkdc351.jpg?width=625&format=pjpg&auto=webp&s=da360995ce926a9084a5b2b827593a8723ef05be
https://preview.redd.it/q4kb1mjkdc351.jpg?width=628&format=pjpg&auto=webp&s=87b31d2d4229857f5893e40e10d8d2bb50038fcf
https://preview.redd.it/a7v63fjkdc351.jpg?width=628&format=pjpg&auto=webp&s=f9f3cb18c75202bd786f291fd64b10e9dd02921f
https://preview.redd.it/8wlwsnjkdc351.jpg?width=626&format=pjpg&auto=webp&s=b184a59a682c76e5d7a60e30387dc52e16d484d1
https://preview.redd.it/skoegrjkdc351.jpg?width=622&format=pjpg&auto=webp&s=f46b8329df38015a75a49e13597feb8e24315ecf
https://preview.redd.it/7d2g6jjkdc351.jpg?width=626&format=pjpg&auto=webp&s=aceef9e35e725d87f965b0a30234dd822e077ab0
https://preview.redd.it/q232jmjkdc351.jpg?width=627&format=pjpg&auto=webp&s=e5b3c11c6e861a9864a805cff562eec52a5e7bba
https://preview.redd.it/ivgfipjkdc351.jpg?width=621&format=pjpg&auto=webp&s=400d27828c7e0ffe22e4e4e33b2bc2e511e49b31
https://preview.redd.it/2ajx1djkdc351.jpg?width=623&format=pjpg&auto=webp&s=66d4ca181d1ef58fa82ee96e3ff990ed335db190
https://preview.redd.it/jxdy2djkdc351.jpg?width=627&format=pjpg&auto=webp&s=fb619fcbd5125b11f627fc1ed79cdf87c1c62fa8
https://preview.redd.it/hh7honkkdc351.jpg?width=624&format=pjpg&auto=webp&s=84466677e6795762ddf05b9969a0acc2b180736d
Nesse dia eu tinha ficado mais tranquilo, porém, eu estava tão dependente psicologicamente dela que mesmo procurando outro relacionamento, depois disso tudo ainda passamos noites juntos. O tempo passa e eu conheço alguém, uma menina incrível, que compartilha dos mesmos gostos, carinhosa, faz de tudo pra estar comigo, além de ser muito linda, enfim, me completa, ela é pra mim tudo que eu me esforço para ser pra ela.
Porém eu ainda estava com um certo ressentimento na minha mente, como se eu tivesse sido o otário na história, sofri por uma pessoa e no fim descobri que ela me enganou e ainda perdoei ela no fim. Depois que eu comecei a conversar com outra pessoa e a minha dependência com a minha ex acabou, finalmente eu tinha alguém pra conversar falar sobre o meu dia, contar as coisas que afligem meu coração e as que me dão felicidade. Então, eu comecei a conversar com a Carls dizendo que queria voltar, que perdoava ela etc... Iai, fui pra o primeiro encontro de verdade com a menina que eu já vinha conversando a um tempo, e aquele dia só reforçou que eu queria passar o resto da minha vida com aquela pessoa, e a Carls era tão paranóica (e eu sabia que isso ia acontecer) que ela percebeu que eu fiquei uma tarde sem falar com ela, ela ligou pra mim no meio do encontro e eu desliguei o celular. Quando eu voltei pra casa depois do encontro completamente satisfeito com a pessoa que eu tinha acabado de conhecer, liguei o celular, e lá estavam, um monte de mensagens que ela tinha mandado, me xingando e perguntando onde eu tava, e eu falei a verdade, que eu estava num encontro com uma pessoa e ela então falou que não queria mais me ver nem pintado de ouro.
Acabou que ela ainda tentou por mais uma semana voltar pra mim, mas não dava, mesmo antes com a dependência de uma pessoa no meu lado, depois da traição eu não encarava mais ela como um possível final feliz, só conseguia ver ela como um período de transição para algo bom.
Passaram-se alguns meses, e depois disso tudo, a Carls e a mãe dela (a quem eu tenho um carinho imenso, ainda mais depois que ela me disse que eu sou pra ela um filho que ela nunca teve e essas palavras ficaram gravadas no meu coração) me deram feliz aniversário, aproveitei para pedir desculpas a minha ex pela minha última atitude errada de fingir que queria voltar com ela, ela me desculpou e hoje em dia está tudo bem.
https://preview.redd.it/g350z0kkdc351.jpg?width=686&format=pjpg&auto=webp&s=9e762062ac14f1157cc3c608dfae888979826a31
https://preview.redd.it/tngbdvjkdc351.jpg?width=666&format=pjpg&auto=webp&s=52348779300e0a50e059c9cb859087adb4fe6f72
Notas pessoais finais: 1. Esse erro que cometi com raiva dentro de mim, é um dos erros que foram essenciais pra eu me tornar quem eu sou hoje, provavelmente se eu não tivesse feito aquilo ainda carregaria comigo aquele sentimento de "o otário da história", coisa que eu não conseguiria proseguir sentindo isso...
  1. Tudo isso terminou com um final feliz. Eu e a menina que eu comecei a conversar depois do meu término estamos namorando, atualmente com um ano e meio de namoro. Ela é pra mim tudo que eu me esforço para ser pra ela, vive dizendo que eu sou a melhor coisa que já aconteceu na vida dela (Também não teve experiencias amorosas muito boas) e a recíproca também é verdadeira.
    A quarentena tá sendo difícil longe dela mas nos falamos todos os dias por ligação.
Essa é a minha história espero que tenham gostado. < 30!!!
submitted by NordestinoSemSotaque to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.06 17:44 majumenezes “A polêmica do show da Anitta”

olá Luba, queridos editores (beijo, adoro vocês ♡), gatas, finados papelões, possível(mente inexistente) convidado, Tuxo, turma e chat que estão a ver.
*gostaria de apontar que eu sou nordestina, queria que fizesse um sotaque daqui se não for pedir muito kkkk
ok, nesse texto eu vou explicar basicamente como chegou ao fim uma amizade (levemente tóxica) que durou 3 anos, e vou deixar nas mãos de vocês pra determinarem quem foi o babaca na história. por questões de privacidade (aka evitar processinho) vou alterar o nome do ser abençoado que está envolvido no barraco.
aconteceu tudo no ano passado, a “briga” foi entre eu e a minha melhor amiga da época que vou chamar de Feik. nos conhecíamos desde 2017 (que foi quando eu mudei de colégio) e nos aproximamos de maneira super rápida, nossa amizade era boa e não costumávamos discutir… entretanto, 2019 não foi um bom ano pra gente. logo em abril tivemos uma discussão um pouco séria (que eu também tenho interesse em trazer pra cá e descobrir quem foi o babaca, mas minha prioridade é esse caso que vou contar agora), nos afastamos ao ponto de não falarmos absolutamente nada uma com a outra, e voltamos a nos falar apenas em junho (graças a mim, que corri atrás). quando nos resolvemos, era como se tudo tivesse voltado ao normal, como se nunca tivéssemos discutido nem nada, mas como tudo que é bom dura pouco, em setembro brigamos novamente. ficamos sabendo de um show que a Anitta faria aqui na nossa cidade em setembro, e logo nosso grupo de amigas (que tinha mais 3 meninas além de nós duas) se empolgou pra ir em grupo. uma das nossas amigas estava namorando com um dos organizadores do evento na época, e disse que poderia arrumar os nossos ingressos de graça (isso ainda em agosto, entre o meio e o fim do mês), o que era perfeito, já que os lotes já estavam virando e o preço obviamente estava ficando mais alto. concordamos e decidimos que todas iríamos, até que com o passar dos dias, Feik disse que não poderia ir ao show pois a sua mãe não deixaria ela ir, e que ela nem perderia o tempo dela tentando convencer a mãe a deixar. as outras meninas e eu concordamos em não ir mais ao show, já que não seria legal todas irmos e a Feik não poder ir por causa da mãe (um bando de trouxas, né? kkkkk), mas com o passar do tempo, ainda estávamos super empolgadas com a ideia do show e ficávamos tentando convencer a Feik de conversar com a mãe dela. nessas tentativas, levamos vários foras e desistimos de tentar convencê-la, mas ela disse que poderíamos ir ao show de boa sem ela, até que UMA SEMANA antes do show acontecer ela disse que queria ir também. obviamente, nossa amiga que namorava o organizador já havia pedido os ingressos, e até hoje não consigo entender essa lógica, mas na época disseram que estava faltando um ingresso e não sabiam de quem era o que estava faltando (por questão de cof cof LÓGICA, o que estava “faltando” era o da Feik, que disse que não iria pro show!!!!!!!!). como só tínhamos uma semana pra arrumar o outro ingresso, tínhamos que dar um jeito pra conseguir 170 reais pra comprar o ingresso “misterioso” que estava em falta, agora vem a parte complicada de entender. éramos terceiranistas na época, e quem fosse fazer a formatura tinha um contrato com um fotógrafo bem conceituado aqui na cidade. quem tinha fechado contrato com ele ganhava um ingresso pra esse show, mas esse ingresso era pra área VIP, e os ingressos que a nossa amiga arrumou era pro camarote (mais caro). os ingressos do VIP variavam entre 90 e 100 reais, e duas das nossas amigas iriam se formar e tinham contrato com o fotógrafo (adivinha quem era uma dessas amigas? isso mesmo, a Feik!) conversando em conjunto, decidimos pegar os dois ingressos da área VIP e vender cada um por 85 reais, já que assim conseguiríamos juntar os 170 e poderíamos comprar o ingresso. após a venda dos ingressos, não sei por que cargas d’água notaram que faltava 70 reais no dinheiro.
faltando ainda menos tempo pro dia do show, decidiram que iriam dividir entre nós cinco a quantia que faltava. 70 dividido por 5 dava 14 reais pra cada uma, mas eu não podia pagar esse valor, e vou tentar explicar de maneira rápida o motivo. como havia mencionado no início da história, eu mudei de colégio em 2017, e em 2019 eu já estava no terceiro ano do ensino médio, mas não tinha condições de participar da formatura. nisso, os meus colegas do meu antigo colégio disseram que um ex aluno de cada turma poderia participar da festa a fantasia de formatura deles, e que eles tinham me escolhido pra ir, mas eu teria que pagar 110 reais pra poder entrar. como além de ter que pagar pra ir pra festa eu também teria que pagar pela fantasia, eu estava juntando dinheiro há um tempão e ainda assim não tinha chegado perto dos 110, e obviamente não podia piorar a situação tirando 14 reais do que eu já tinha juntado. expliquei às garotas que não poderia pagar, fizeram cara feia mas não disseram mais nada. AGORA VEM UMA DAS PARTES MAIS WTF DA HISTÓRIA! achando pouco a complicação que a gente já tava, tiveram a brilhante ideia de chamar uma outra garota pra ir com a gente no show!!! essa menina morava em outra cidade e disse que iria tentar conversar com o pai, mas que não garantia que ele fosse deixar. ao saber que estávamos tentando dividir o valor que faltava do ingresso entre nós, a menina disse que faltava 40 reais pra poder comprar o ingresso dela e queria que a gente se dividisse pra pagar o resto (40 dividido pra 5 dá 8, mais os 14 que a gente já precisava arrumar, ficava 22 pra cada uma).
agora vem a parte que eu fiquei bem p* de raiva
Feik e as outras 3 meninas do nosso grupinho me chamaram e disseram que precisavam arrumar o dinheiro com urgência, e que eu tinha que dar os 22 reais naquele mesmo dia, ou NO MÁXIMO até o dia seguinte. agora usemos a lógica, se eu disse que não poderia pagar 14 reais, COMO CACETES EU IRIA PAGAR 22 ATÉ O DIA SEGUINTE??? quando eu falei que não teria como pagar, Feik foi a primeira a ser grossa comigo e disse que eu deveria me virar pra conseguir o dinheiro, em seguida, recebi uma enxurrada de áudios de outra amiga (que vou chamar de Faux) dizendo o quanto eu era egoísta e que todas tinham suas despesas mas não estavam se negando a pagar. não vou mentir, admito que fiquei bem magoada com o áudio, já que além de ter sido bem grossa, ela ainda distorceu tudo o que eu havia dito. nessa conversa, cheguei a dar soluções pra conseguirmos o dinheiro, mas Feik e Faux colocaram vários empecilhos, as outras duas meninas não diziam nada. no dia seguinte, quando estava no colégio, disseram que havia 2 soluções pro meu caso:
1- eu teria que vender brigadeiro na sala de aula pra juntar os 22 reais.
2- eu teria que fingir que era uma outra aluna da nossa sala que ia se formar, pegar o ingresso dela da área VIP que ela ganhou do fotógrafo e vender.
a opção 1 já não fazia o mínimo sentido, já que eu gastaria quase o valor da quantia comprando os ingredientes, SEM FALAR que outra garota da nossa turma já vendia brigadeiros, então o único jeito de quererem comprar o meu brigadeiro, era vendendo algo MELHOR e MAIS BARATO que o dela, vale levar em consideração também o fato que eu iria atrapalhar a menina se eu fosse vender brigadeiro também, já que ela fazia aquilo pra complementar a renda da casa. a opção número 2 eu acredito que eu nem preciso dizer que é uma ideia horrível né? primeiramente que falsidade ideológica é crime, e mesmo se eu concordasse com a atitude, eu teria que ir a pé do colégio até a banca de revista (que era bem longe) e voltar antes que o meu pai chegasse na escola pra me buscar (já que ele não poderia saber) ou seja, tudo estava conspirando contra.
como eu já estava cansada daquela situação, falei pras meninas que não precisavam mais se preocupar comigo, que como eu não poderia pagar a minha parte, eu decidi abrir mão do meu ingresso e agora elas só precisariam pagar os 8 reais daquela outra amiga que convenceram a ir ao show. assim que falei aquilo, Feik revirou os olhos, sussurrou alguma coisa no ouvido de Faux e as duas foram embora. fiquei chateada com a situação, mas deixei quieto, já que estava muito bem decidida com o que tinha feito e estava com a minha consciência limpa. agora finalmente vem a parte boa.
eu já estava como o cachorro arrependido da história do chaves, tristíssima por não poder ir ao show, até que um amigo meu disse que queria que eu fosse com ele e daria um jeito de arrumar o ingresso pra mim. e sim, ele arrumou o ingresso u (não me cobrou absolutamente nada por ele). fomos juntos pro show, e acabamos encontrando as garotas lá, todas falaram muito bem comigo, até mesmo Faux que tinha me esculhambado nos áudios veio me abraçar, mas Feik não olhou nem na minha cara, deu as costas e passou o show inteiro sem falar comigo. aquilo me incomodou muito, já estava cansada da situação e estava cansada de sempre ter que correr atrás de Feik pra resolver as coisas, por isso decidi me poupar de qualquer esforço e não fiz questão de conversar com ela, inclusive, mesmo depois que passou o show nós não nos falamos mais.
quase acabando as nossas aulas, Feik decidiu falar comigo (pra ser sincera, nem me lembro o que ela falou, só respondi o básico e voltei a prestar atenção na aula), mas só depois que fiquei com isso martelando na minha cabeça… por que ela só foi falar comigo naquele momento? como eu não gosto de ficar supondo nada e prefiro tirar satisfação pra que não ocorra nenhum mal entendido, chamei ela no whatsapp pra conversar e perguntei o por quê de ela só ter vindo conversar comigo naquele dia. ela veio me dizer que EU estava ignorando ela, que EU não fazia questão de falar com ela e blablabla, sendo que foi ela que passou uma semana me tratando feito lixo e no dia do show não se deu nem o trabalho de olhar no meu rosto (sim, ela literalmente não olhava pra mim), por que raios eu iria querer continuar sendo amiga de alguém que me trata assim? pra variar, ela jogou a culpa toda em cima de mim, e até hoje acha que está certa.
CONSIDERAÇÕES FINAIS
bom, já chegamos no fim da história, e vou usar esse espaço pra deixar as minhas conclusões.
• se Feik queria ir ao show, ela deveria arrumar o dinheiro do ingresso por conta própria, ninguém tem a obrigação de pagar as coisas pra ela. • depois descobrimos o motivo de estar faltando 70 reais após a venda dos ingressos, Faux (que era a outra garota que tinha o ingresso do fotógrafo) não tinha vendido o ingresso dela, mas sim, tinha DADO à irmã dela! inclusive, até hoje não acredito nisso, já que o ingresso que ela deu à irmã era da área VIP e eu encontrei a irmã dela no camarote com a gente, ou seja, ela vendeu sim o ingresso e no lugar de seguir o combinado, deu o dinheiro pra irmã. • meu único amigo de verdade nessa história foi o que fez questão de me levar no show e arrumou um ingresso pra mim.
bem, termino por aqui. gostaria muito de saber quem foi o babaca nessa história, conto com a ajuda da turma e do chat, agradeço desde já ;D
View Poll
submitted by majumenezes to TurmaFeira [link] [comments]


2020.05.28 08:27 julinhapikada17 Quase corna

Olá luba, editores, gatas, turma e todos os seres do mundo, vim contar a minha bela história de novela mexicana.
(Não sei se o meu português está correto, to cm muita preguiça de escrever meu Deus)
Tudo começou esse ano, aqui na minha cidade cada ano escolar tem um período diferente e o sonho de [email protected] é virar do primeirão e estudar a noite até ai tudo bem, não tem tanta importância.
As coisas começam mesmo quando eu começei a estudar de noite quando a minha amiga (vamos chama-la de trix) me apresentou uma pessoinha que peguei um amor pela primeira vista e depois de um mês, eu e a pessoinha nos conhecemos um pouco melhor e ficamos mais próximos e tals.
E uma coisa importante é que nesse mês era a minha grande festa de 15 anos e pensei, porquê não chamar ele? Dei o convite pra ele e falei que ficaria mt feliz se ele fosse, e não é que ele foi mesmo?
O dia da festa chegou e foi literalmente a melhor da minha vida, pelo fato de eu estar com pessoas que eu amo, ter uma festa linda daquela com amigos e parentes que eu amo tanto, festejando mais um ano da minha preciosa vida kk.
Na segunda-feira um dia depois da festa( teve o 2 dia no caso domingo) trix me mandou um print da pessoinha dizendo "eu acho que estou gostando da julinha, vulgo eu, e eu SURTEI, sai gritando pela casa falando que ele me amava e que nós iríamos formar um lindo casal, que ele era lindo e um menino com maturidade o suficiente para ser meu primeiro namorado. Resumindo, eu tava MUUUITO feliz.
mal sábia eu que ele era um verdadeiro filha da puta.
Vamos pular algumas partes, luba não vai querer ler uma bíblia
Trix nos deu um empurrãozinho e tcharam! Estava-mos namorando, eu não pude ficar mais feliz como eu estava.
Mas ai o mês de abril chegou e meus amigos... não foi nada legal.
Primeiro começou com briguinhas da parte dele por ciume de uma pessoa que eu gostava em 2017 beeem antes de eu conhecer ele, depois foram brigas dizendo que eu estava iguinorante e tratando ele como se fosse os meus amigos sendo que ele queria que eu prestasse mais atenção nele do que os outros.
E AI ENTRA A RASPA CANELA, vamos chama-la de gabi. Gabi era uma grande amiga minha des dos meus 10 anos de idade, inseparaveis mesmo com uma diferença de idade pequena e sendo mais nova que eu. Gabi era proxima da pessoinha, até demais, eu sentia um pouco de ciúme mais não queria pagar de surtada e confiava na gabi o bastante pra pensar que ela não fazeria uma barbaridade dessas.
No final de abril as brigas ficaram mais pesadas entre eu e ele, ficamos mais de 1 semana sem se falar pelos mesmos motivos, falei com ele que era o meu 1 relacionamento e que ele tinha que entender a minha parte também, pra mim eu sempre o tratei com amor e carinho e algumas horas eu estrapolava mas não era por querer. Depois nos resolvemos de novo e ficamos bem, e depois BRIGAMOS DENOVO por causa dos mesmos motivos sendo que eu apenas estava sendo eu.
(Sou uma pessoa bem carinhosa e eufórica, eu amava falar com ele eu mandava fotinhas, falava sobre games porquê eu sabia que ele gostava, falava sobre planos futuros, sobre ter um momento só nosso depois que o corongah passase, sempre tentei dar o meu melhor e ate hj não entendo)
e vem a parte foda, Gabi chamou eu e a trix para ir na casa da pessoinha dando a desculpa de "ele me falou que tava muuuito triste e resolvi juntar nós 3 para ir lá" e não vi problema pois eu confiava de olhos fechados. Mas no dia a minha amada mãe não deixou e então só foram a trix e a gabi.
Eu fiquei muito triste em casa, porquê eu queria ver a pessoinha, fiquei deitada o dia todo assistindo videos pra tentar esquecer um pouco, fiquei mechendo em algumas redes sociais e depois eu entrei no zap como quem não quer nada e fui ver o status do povo. Até que a pessoinha postou mais de uma foto com a Gabi, andando de skate, abraçados e gravando gifs, pra mim foi a gota d'água, eles estavam próximos até demais des das brigas que agt tinha. Chamei ele e pedi pra terminar, ele aceitou super de boa e tivemos um termino saudável. Terminei por conta da minha intuição que graças a Deus não falhou e ficou martelando na minha cabeça até eu pedir esse termino porquê eu SABIA que tinha alguma coisa errada ali
No outro dia Gabi veio me chamar aqui no portão, não respondi nenhuma das mensagens dela pq tava chateada, ela sabia da minha situação com ele e não teve um pingo de respeito com a minha pessoa ela poderia ter pensado duas vezes antes de ir na casa do "melhor amigo" sem a NAMORADA dele. ela chamou e chamou, viu que eu não ia atender e foi em bora, achei que teria um momento de paz mas estava enganada, Gabi subiu com a irmã dela e me chamou no portão, eu com a minha inocência achando que era só a irmã dela me chamando pra me pedir alguma coisa atendi e estava a irmã da gabi e a gabi na frente de casa, e ai a irmã dela me disse as seguintes palavras:
" olha julinha, eu ja acabei muitas amizades por causa de macho, a gabi nunca teve intenção com ele, ela sabe que você gosta dele, a única pessoa que deve ter intenção é aquela sua amiga trix, então fica de olho nela e não na gabi, por quê com certeza a trix vai trair a sua amizade com ele" e bom, hoje a irmã dela que me disse isso arrastou a cara no asfalto. Não foi a trix que ficou com o meu ex e sim a Gabi.
Eu no momento não revidei, eu estava triste, com o coração partido, não consegui pensar então só escutei. A irmã da gabi continuou falando mais algumas merdas e desceu pra casa dela e eu fiquei la fora conversando um pouco com a gabi só pra dizer que eu "não estava com raiva" depois dei a desculpa que ia tomar banho e entrei para casa.
No outro dia, a gabi me manda esse texto:
"Boa noite,mano quero falar uma coisa talvez isso destrua nossa amizade mais foi inevitável. Então é o seguinte eu e a pessoinha estamos gostando um do outro e sério eu juro que eu achava que era paranoia mais não é julinha eu realmente gosto da pessoinha? Não sei como isso aconteceu assim rápido e eu sei que vc tá triste com o término de vcs é seria uma filha da putagem eu pegar ele depois de vc pq eu sei que ninguém apoiaria,eu seria chamada de talarica e tudo mais,mas na verdade eu não escolho quem eu amo,nunca escolhi e sério eu espero mesmo que vc entenda,meu maior medo é perder sua amizade pq eu te amo infinitamente vc sempre será minha melhor amiga e me desculpa por isso tá? Sério eu evitei mais acabei descobrindo que ele também está sentindo um sentimento por mim,olha não fica brava ou se ficar desculpa sério eu espero que vc entenda boa noite."
E eu puta da cara revidei com esse:
"Olha eu realmente não queria terminar assim mais vc deu um PUTA vacilo comigo pq isso n é coisa q amiga se faz sabe? Nossa amizade já durou anos e eu nunca fazeria isso com alguem q vc gostasse como exemplo o Carls, e sobre isso de "o coração n escolhe qm ama" vc poderia ao menos ter se afastado dele pra tentar afastar esse sentimento ao invés de se aproximar, mas vc resolveu ser mais intima e deu nisso Por favor, eu não quero q nem vc e nem a sua irmã venha no meu portão flando q a nossa amizade n pode ser destruida por causa de macho pq eu sei bem q se fosse cm ela ela faria a msm coisa. Por favor não fala mais comigo."
Depois a gabi tentou voltar falar comigo, mandando meu numero para uma amiga dela falando que ia se [email protected], que estava tendo crises de ansiedade frequentes e tendo pesadelos comigo, mas pra outros ela estava falando que tava feliz, que conseguiu pegar o menino que ela tanto queria. Ai ai essa gabi viu.
A pessoinha não sai como gente boa também, ele e a gabi tiveram umas dr por ela querer terminar com ele por minha causa e a pessoinha começou a desabafar com a trix e praticamente jogando a culpa em mim, dizendo o porquê de eu existir e o porquê de eu ter entrado na vida dele. Sem contar que ele vive falando que "todos so entendem o lado dela, e nunca o meu", namoral isso é coisa que se faça???
Hoje eu estou escrevendo aqui com o meu coração partido vendo que a pessoinha que eu ainda amo com a minha ex melhor amiga e a menina que se denominava minha melhor amiga com o meu ex.
desejo o melhor pra eles e que os dois vão tomar no meio do cu.
bom... essa é a parte 1, a proxima talvez pode ter prints? E mais detalhes?
luba espero que tenha gostado da minha desgraça pq agr eu sou chamada de corna na família :(
Caso tenha duvidas, faça perguntas eu irei responder numa (talvez) parte dois.
Beijos te amo <3
submitted by julinhapikada17 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.05.28 01:59 kambedaisuke A GUERRA DE CORRETIVO/BRANQUINHO

Olá lubisco, editores, gatas e turma que está a ver esse mico/historia constrangedora. (eu sou do Pará, caso queira fazer um sotaque, sei lá e caso leia isso, esperança é a ultima que morre neh)
A História é o seguinte: lá estava eu com meus 10/11 anos na época, estava na 5a série e tinha acabado de entrar nessa escola. A escola tinha 2 andares, e a minha sala era a única que ficava embaixo (não se preocupem, essa informação contribui com humilhação que passei). Era recreio e não tinha quase ninguém na sala, tinha só eu, minha amiga e um garoto que estava bem longe de nós até, lembro que nós estávamos conversando, e eu estava passando corretivo/branquinho no meu caderno. Eu estava em uma cadeira na frente da minha amiga, com as costas viradas pra porta, tanto que não tinha visto os dois IDIOTAS que estavam correndo na sala (um era da minha sala e o outro não), eles estavam batendo em tudo, inclusive em mim, e o problema não foi eles terem esbarrado em mim, e sim o que isso causou, pq minha mão estava entre a cadeira e a mesa, e quando eles esbarram meus dedos apertaram tudo (e ai que começou). Eu me lembro de ter ficado MUITO, MAIS MUITO FURIOSA que se tivesse uma faca lá eu provavelmente teria tacado naqueles moleques, só que pra meu azar e sorte deles, tinha um corretivo, que eu NÃO TINHA PERCEBIDO que estava ABERTO, e como eu estava PISTOLA FULL PUTASSA QUASE ENCARNANDO O JOHN WICK QUANDO MATARAM O CACHORRO DELE, eu taquei o corretivo, só que KKKK não acertou neles, na verdade o corretivo acertou no outro garoto q estava na sala, não só o corretivo, como a tinta que tava nele. Como eu tinha percebido que tinha feito b*sta, eu ia lá pedir desculpas, porém, sabe quando tu sente que vai dar merda? pois é, percebi que o menino que eu tinha acertado tava com muita raiva, e tinha pego um corretivo na mochila dele e ai que começou a perseguição. EU CORRI QUE NEM UMA BALA pro segundo andar da escola (observação eu nunca tinha ido lá, tinha sido a primeira vez que havia subido, então não sabia que, todos os corredores não davam pra lugar nenhum) e o garoto vinha logo atrás de mim com sangue nos óios, tacando corretivo, que até ai não estava pegando em mim, e sim nas outras pessoas que estavam nos corredores, até que a unica coisa que eu lembro é que o garoto conseguiu me alcançar (obvio) e ficou em cima de mim me jogando corretivo (e nisso todos os alunos que estavam naqueles corredores estavam vendo a confusão) depois disso só lembro que a senhora que olhava os estudantes chegou e nos separou, e mandou o menino pra coordenação já que não tinha quase nada de corretivo nele, enquanto eu, parecia que tinha mergulhado em uma piscina cheia. Então, enquanto eu chorava muito com a cara toda branca, a senhora me acompanhava até o banheiro, que era lá embaixo, e só pra lembrar, ainda era recreio, ou seja, que não estava lá em cima estava na cantina lanchando, então enquanto eu estava descendo as escadas com a senhora, via os meninos mais velhos rirem, e a meninas ficando com pena, tanto que umas do 2o e 3o ano, me ajudaram no banheiro me lavando, eu tava tão encharcada que tive que tirar uniforme pra ver se tiravam o corretivo dele, senão correria o risco de não sair, e nisso eu ainda chorando e soluçando. Depois disso, eu tive que subir novamente, pq a sala da coordenação ficava lá. Eu ainda estava branca, com a camisa molhada e do avesso (pra esconder o branco da minha camisa) quando começou, eu ouvindo uma bronca absurda (o garoto tinha falado que eu que tinha começado) e eu CHORANDO TANTO q quase não consegui explicar que o pq de eu ter jogado o corretivo era pq DOIS IDIOTAS tinha apertado meus dedos. E mesmo assim a coordenadora continuou brigando comigo (ela já tinha ligado pra minha mãe) e falando que eu teria que pagar pelas camisas dos outros alunos, que o outro garoto tinha acertado com corretivo. Nisso a minha mãe chegou lá conversou com a coordenadora e me levou pra casa. Na primeira semana depois disso, foi horrível, eu nem queria ir pra escola de tanto que falavam disso, mas agora que estou no 3o ano (ainda na mesma escola) alguns amigos falaram desse acontecimento (antes da quarentena disso) só que não lembravam dos participantes (graças a deus) e isso me fez lembrar dessa história. É isso lubisco. Obrigada quem leu.
submitted by kambedaisuke to TurmaFeira [link] [comments]


2020.05.27 10:05 Francy050906 aconteceu comigo estes dias e então eu precisava contar para a turma, por favor façam chegar ao Luba.(ps.sou carioca e então se quiser pode fazer um sotaque, mas sem falar sempre “mano” ou “parsa”e sou homen Bi não muito afeminado)

Primeiramente bom-dia/ boa noite/ boa tarde para a turma, para editores e para o luba , o gay melhor q todos os gays melhores...
Peguei o filho do meu professor.
Eu vou fazer 14 daqui a alguns meses, um tempo atrás, antes da quarentena eu fui em uma festa de aniversário de 15 anos de uma amiga, e ela fez a festa dela em uma baladinha ... Lá estava eu tomando o meu refrigerante sabor cola e vejo um garoto um pouco mais velho olhando par mim, eu falo p minha amiga Larissa q ele estava me olhando e ela disse p eu dar encima dele, é então eu olho de volta e dou em cima dele, uns 20 min depois nós estavamos fazendo algumas coisas um pouco indecentes no banheiro,(espero q tenha entendido oq nós fizemos no banheiro), depois daquela festa nunca mais vi ele.
Tenho também q esplicar q na minha escola já rolou um caso de pedofilia uns 25 anos atrás em q a menina ficou grávida, então nós não podemos ter relações pessoais com os professores( digo q só podemos saber o nome do professor é só),como não podemos saber nada sobre os professores eu monca ia descobrir q o garoto q eu fiz “coisas” no banheiro ia ser o filho do meu professor de tecnologia e informática. Até q começaram as aulas on-line, no meio da aula de informática o professor chama o filho p pedir um café, eu q estava conversando com meus amigos no WhatsApp sem o professor saber, nem percebi q o garoto q eu peguei era o filho do professor, quando a Larissa ativa o microfone no meio da aula e me chama gritando p eu olhar o garoto do lado do professor, todos os outros alunos, o professor é o garoto ouviram ela falando comigo, eu q não tinha entendido oq estava acontecendo, fiz a pior pergunta q eu poderia ter feito... perguntei quem era o garoto,é então ela disse: - cara, se liga, é o garoto q vc chupou na festa da Jessica. Naquele momento eu só queria um lugar pá enfiar a minha cabeça, depois de uns 15 segundo depois do que ela tinha eu assimilei oq estava acontecendo o professor mandou todos os alunos saírem da chamada menos eu a Larissa e fez o filho dele ficar do lado e explicar oq tinha acontecido, e o garoto teve q se assumir gay naquele momento e o proff fez q a gente saísse , 2 dias depois eu entrei em contato com o garoto e agr entramos nos falando e ele agradeceu a minha amiga Larissa por ter dito aquilo pq ele não ia conseguir se assumir p pai, e o pai aceitou o garoto muito bem... o professor não me deu nota baixa na matéria dele então acho q está tudo bem, mas o resto da turma fofocou p quase toda a escola agr me chamam de chupador de FP( filho de professor)...
Beijos e =30 ❤️
submitted by Francy050906 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.04.24 14:35 doitagain2times Preciso da ajuda de vcs em relação a empresa!

Então, recentemente,como já comentado, entrei para uma empresa muito tóxica . Foi antes da crise. Mas desde o primeiro dia na empresa, eu tenho tido problemas com colegas de trabalho. Bem, eles tentaram de tudo para zombar de mim, esconderam minhas coisas, um cara me disse que ele ia pedir hambúrgueres, não pediu e nem me disse, havia um estagiário que disse a todos que eles deveriam zombar de mim (um cara me mostrou). Não reclamei, mas decidi não conversar muito com essas pessoas. De qualquer forma, depois disso, houve mais alguns incidentes como esse. Sobre as piadas, eu realmente não queria brincar com isso porque eles perderiam o respeito por mim se eu deixasse isso acontecer. Mas todo mundo lá parece tão conectado, até o RH começou a me tratar tão mal. Um exemplo disso é quando mulher do RH começou a me tratar mal e ela ficou lixando a unha enquanto eu estava conversando com ela e ela respondeu em monólogos.
De qualquer forma, a crise chegou e o boom do escritório em casa. Isso foi ótimo. Quando eu vim trabalhar para esta empresa, duas meninas vieram comigo. Uma era bonita, então ela foi tratada muito bem e era mais tranquila. O outro foi demitido hoje em dia, e nem foi culpa dela. Era porque ela não foi tão cooperativa quando a empresa pediu para cortar o salário por causa da crise. Mas ninguém foi tratado tão mal quanto eu. Depois que ela foi demitida, ela enviou uma mensagem para o CEO da empresa reclamando, achei isso muito engraçado. Mas, enfim, eu literalmente não tenho nada a fazer na empresa agora, justamente quando o CEO faz algumas perguntas no grupo de whats eu respondo. Os cowokers ainda são idiotas, quando eu falo apenas o CEO fala, quando meus cowokers idiotas falam todo mundo fala. Até meu chefe não responde quando eu falo no grupo, embora ele seja um cara legal quando eu falo com ele no whatssap sozinho. Mas o CEO realmente me trata muito bem e eu realmente não sei por quê. A própria empresa me trata tão mal, que eu realmente não entendo o que está acontecendo. Por que não estou sendo demitido também? E O que eu faço? Devo continuar postando no grupo se acaba sendo um monólogo entre eu e o CEO?
submitted by doitagain2times to desabafos [link] [comments]


2020.01.04 21:39 JuniorCarmo Preciso de ajuda psicológica sobre relacionamento.

Vou contar a minha história e a quem interessar eu gostaria de alguma opinião sobre o assunto. Talvez fique grande mas espero que leiam.
Tudo começou no 2° ano do ensino médio quando nos primeiros dias de aula eu conheci a minha futura namorada. Vivemos quase 5 anos juntos e nos finalmentes do relacionamento até moramos juntos com o meu pai.
Eu amo muito ela e ela sempre me amou muito! Ela sempre correu atras de mim quando havia alguma briga e vendo como foi o meu relacionamento com ela, vi que nunca dei tanto valor assim. Geralmente só se dá valor quando se perde, não é mesmo?
Com mais ou menos 2 anos de relacionamento e algumas brigas infantis de um casal jovem de apenas 18 anos de idade, nós tivemos a primeira briga séria onde nos separamos por mais ou menos um mês. Antes de se separar, nós sempre saíamos nos finais de semana com alguns amigos meu, e teve um em especial, que íamos na casa dele, no quarto dele, esperar ele se arrumar para podermos sair ( Eu, minha namorada e um amigo ). Nós íamos no cinema, pastelarias e afins, apenas para dar umas voltas e etc. Quando eu e minha namorada nos separamos por mais ou menos 1 mês, resolvi tentar voltar com o nosso relacionamento, foi quando ela me contou que havia saído com ele e ficado com ele uma vez. Ele era meu amigo a mais de 10 anos! Nesse meio tempo que eu fiquei separado, também saí com uma amiga minha, fiquei algumas vezes mas optei por voltar com o meu relacionamento. Ela aceitou voltar comigo, pedi que ela bloqueasse esse amigo com quem ela ficou, com medo de que continuassem conversando e etc. E ela pediu que eu bloqueasse a menina com quem eu fiquei e tentamos seguir a nossa vida.
Depois de um tempo morando junto com a minha namorada e com algumas brigas infantis, brigamos sério novamente e nos separamos de novo por mais de um mês e ela saiu da minha casa e voltou pra casa da mãe dela. Como nós morávamos com o meu pai junto, sempre tivemos muito conflito, ela nunca gostou do meu pai e creio eu que ele foi 50% do stress do nosso relacionamento. Após mais ou menos 1 mês separado, eu novamente tentei voltar com ela e bomba! Descobri que ela estava namorando com aquele mesmo "amigo" meu de 10 anos atras, e que haviam conversado a mais ou menos 2 anos atras.
Fiz de tudo para tentar voltar, eu tentei conversar com ela de todas as formas, segui ela quando vi ela andando de carro, fui na casa dela de madrugada enquanto ela dormia para tentar conversar, me humilhei, me cortei, tomei mais de 30 remédios e quase me joguei de moto na frente de alguns caminhões na estrada. Foi uma depressão terrível. E não teve jeito, ela vai continuar com ele.
Acredito que ela não sofreu com o nosso término de relacionamento, foram quase 5 anos junto, eu tive MUITO apego emocional e não consigo acreditar como ela foi capaz de ficar com ele em tão pouco tempo. Descobri que ela já havia chamado ele novamente 1 semana após o término comigo. Não sei se ela está fazendo de propósito para tentar me machucar, se está tentando me esquecer dessa forma. O que ela fez comigo é imperdoável, falta de respeito total e falta de consideração comigo.
Nas vezes que eu tentei cometer suicídio, cortando os pulsos, tomando remédio e quando eu havia dito que ia me jogar na frente de um caminhão, ela fazia questão de vir pessoalmente falar comigo e falava que não era pra fazer isso e etc. Ela disse que se importa muito comigo e me quer bem, mas eu não consigo entender porque ela ficou com outro cara tão rápido, porque jogar no lixo quase 5 anos tão rápido e tão fria.
Já tive uma consulta com um psicólogo no seu consultório, porém, ainda não estou bem, preciso esperar para ter a próxima consulta, por isso vim até o reddit pedir a opinião de psicólogos e de pessoas que já tiveram experiencia com isso. Eu amo muito ela, todos os dias eu penso muito nela. Ela já me bloqueou de todas as redes sociais, portando não consigo stalkear, por mais que isso vá me machucar muito, eu tenho vontade!!! Eu acredito que estou com depressão. Eu não consigo dormir a noite, se eu acordar no meio da madrugada, fico pensando nela de forma involuntária e não consigo mais dormir, fico pensando em toda a intimidade que eu tinha com ela, e agora outro homem fazendo o que eu fazia com ela. Imagino ela fazendo sexo com o cara, só fico com pensamento ruim e meus dias estão sendo longos e terríveis. Eu sinto um vazio ENORME no peito, um gelo. Eu não consigo comer e nem tomar água, realmente não sinto fome, porém, eu tento empurrar comida e água. Parece que meu estomago diminuiu.

Alguém que já passou por isso tem alguma dica mágica que ninguém fala? Algum conselho? estou sofrendo muito, e sofro muito mais sabendo que ela não sofreu com isso. sabendo que ela já tem outro e eu estou aqui, afundado no limbo do sofrimento. Obrigado quem leu tudo.
submitted by JuniorCarmo to desabafos [link] [comments]


2019.01.15 07:09 SubstanciasToxicas O que fazer com um relacionamento mal acabado?

Bom dia gente e desculpa o tamanho do desabafo que está por vir, faz parte de um sentimento de muitos anos. Mas vou tentar falar de forma menos detalhada possível, senão fica impossível de ler.
Há alguns atrás eu conheci uma estrangeira que veio ao Brasil em um intercâmbio de curta duração. Nós começamos a ficar e passávamos praticamente o dia inteiro juntos, pois eu estava entrando de férias na faculdade e ia ficar alguns dias a mais pra terminar algumas coisas do projeto que eu fazia, então tinha bastante tempo livre, além disso a atividade do intercâmbio dela ainda não tinha começado também. Apesar da barreira linguística (nenhum de nós dois éramos fluentes em inglês), conversávamos bastante e nos dávamos bem, por conta disso fomos criando um laço emocional mais forte. Depois de algumas semanas, precisei ir pra casa e ela continuou nessa cidade. Continuávamos conversando à distância diariamente e, chegando o Natal, ela estava bastante frustrada pois não ia ter ninguém pra passar o feriado, então, convidei-a para vir à minha cidade e passar o Natal por aqui, podendo fazer umas viagens na região também. Passamos o Natal juntos, ela conheceu meus amigos e alguns familiares, levei ela pra conhecer a região e pudemos passar ótimos dias juntos, ficando ainda mais próximos. Mas o problema era que, como falei no início, ela estava em um intercâmbio de curto prazo, então não iria ficar no país por muito tempo.
Começamos a ter conversas mais profundas a respeito da nossa situação e senti que eu era mais preocupado com essa questão, pois eu tinha noção do quanto seria difícil manter um relacionamento à distância com ela morando em outro país (ela é asiática) e nós sem perspectiva alguma de podermos nos encontrar de novo por questões financeiras. Em poucos dias ela ia voltar pra outra cidade e em poucos meses ia estar voltando pro país dela. Mas mesmo assim ela "pressionava" para que assumíssemos um relacionamento sério naquele momento. Apresentei esses pontos de dificuldade a ela e disse que seria melhor que aproveitássemos melhor o momento e ver como seria a nossa relação depois que ela estivesse de volta ao seu país, mas que eu estaria disposto a tentar, caso víssemos que, nessa situação, o relacionamento pudesse resistir. Na hora, ela pareceu satisfeita com isso.
O tempo passou e ela enfim voltou ao país dela e após alguns dias, começou a falar que estava muito mal emocionalmente, que pensava muito em mim e que manter contato comigo sem poder me ver não estava sendo saudável pra ela e que precisava me esquecer. Tomou a decisão de me bloquear de todas as redes sociais e deletou também todas as pessoas que ela conheceu através de mim. (eu conheci ela o suficiente pra saber que isso não foi uma desculpa esfarrapada pra me dispensar). Fiquei de mãos atadas pois não tinha mais forma nenhuma de me comunicar com ela. De forma frustrada, vida que segue.
Após alguns anos, ela me desbloqueou nas redes sociais! Pude acompanhar novamente como ela estava, lugares que estava indo, aparentemente terminou um relacionamento cerca de um mês depois de me desbloquear... Mas no momento, visto que eu ainda não tinha perspectiva de poder visitá-la ou algo do tipo, preferi respeitar a decisão dela de cortar laços, até porque eu nem sabia se ela nutria algum sentimento por mim. Podia tentar contato e quebrar a cara feio, ou trazer o sentimento de tristeza novamente, piorando ainda mais as coisas. Beleza, vida que segue novamente. Mas um tempo depois, algo me chamou atenção. Ela publicou um texto no Instagram na língua dela com uma imagem toda preta. eu joguei no Google tradutor e, pasmem, ela estava falando de mim! Pedi a uma amiga que também é do país dela pra traduzir, visto que a tradução online não foi 100% e ela mesma ao traduzir percebeu quem era e que era sobre mim (pedi pra traduzir sem contar de onde tirei o texto). Aproveitei pra conversar com essa amiga e pedir a opinião dela se eu devia falar com a menina, mas na opinião dela não era uma boa ideia pois eu não ia poder 'fazer nada' (encontrá -la pessoalmente). Vida que segue novamente.
Nesse último ano, no entanto, uma coisa está me incomodando bastante. Eu simplesmente não consigo me envolver emocionalmente com outra pessoa, pois ainda sinto que tenho a possibilidade de estar com ela novamente e acho que vale a pena correr atrás disso. Vários anos já se passaram e eu amadureci bastante e tenho certeza que ela também, e agora eu já tenho uma perspectiva de poder ir pra fora do país, seja temporária ou permanentemente! Então as coisas mudaram bastante. Mas acho que apostar todas as fichas em ir para o país dela e depois tentar contato pode ser um grande desastre. E se ela não gostar mais de mim? E se, ao nos conhecermos mais depois de mais maduros concluirmos que não vamos dar certo? Eu vou perder todas as oportunidades de conhecer outra pessoa legal por algo que nem sei ser possível?
Por isso, eu estava pensando em tentar voltar a ter contato com ela, principalmente porque atualmente as redes sociais dela não mostram muitas informações/fotos para quem não a tem adicionada. Tentar conversar com ela e construir uma relação antes de qualquer chance de nos vermos. Estou aprendendo a língua do país dela inclusive, não exatamente por causa disso mas que na área que estou me formando, vai ser um grande diferencial no futuro para eu entrar em uma grande empresa.
Enfim, gostaria de saber a opinião de vcs sobre o que fazer. Sinto que o que mais preciso é de uma perspectiva sobre as nossas chances. Se por acaso ela me dispensar de forma mais definitiva, acho que quebraria essa barreira de me relacionar profundamente com outras pessoas.
É isso gente. Obrigado a quem teve disposição de ler tudo isso, vocês são demais. Toda opinião será bem vinda.
submitted by SubstanciasToxicas to desabafos [link] [comments]


2018.07.14 22:00 andrevbl Me sinto um garoto, apaixonado por alguém que não me dá a mínima.

Antes de tudo, deixo avisado que é um desabafo longo.
Fui num show de rock em Maio deste ano (2018) e na pista conheci uma moça que me chamou a atenção. Ela é ruiva, tem 22 anos, rockeira, tatuada e descontraída. Mora bem longe de mim, cerca de 4h de carro (não é tão longe, mas sou um adulto falho de 22 anos que tem medo de dirigir).
Em meio a este clima de festividade que é um show, o pessoal na pista foi se conhecendo e conversando, e com isso foi criado um grupo no WhatsApp com todos ali. Apesar d'eu odiar isso, foi bom para que eu tivesse o número da moça que me encantou e pudesse manter contato com a mesma, sem ter que pedir o número dela.
Já no show, quis dar uma de bom samaritano e, como eu estava de mochila e ela não, ofereço a a mesma para que ela pudesse guardar seu copo comemorativo, celular e outros acessórios. Ela confiou e fiquei durante o espetáculo com seus pertences em minha mochila. Terminado o show, devolvi e nos despedimos.
Após alguns dias, tomei coragem e a chamei no privado para conversar, e assim fomos seguindo durante o dia. A conversa até fluiu bem, porém eventualmente acabou. Então, achei que simplesmente não daria certo. Entretanto, no dia seguinte ela me chamou pra conversar e aí começamos a sempre trocar ideia diariamente. Descobri que tínhamos gostos muito parecidos, o que fazia eu gostar mais e mais dela.
Numa tentativa de sairmos, a chamei para passar um final de semana em um sítio aqui na minha região, onde eu vou com alguns amigos. Para minha surpresa, ela aceitou, e nos próximos dias acabamos sempre ficando mais ansiosos pela viagem juntos. Chegou uma época em que ela chamou minha mãe no whatsapp e a chamou de "sogrinha", brincando. Eu fiz o mesmo dias depois e a mãe dela gostou, vide o vídeo que ela gravou da mãe quando ela disse que eu mandei um "oi sogrona". Parecia que iríamos nos encontrar e ficarmos juntos, quem sabe construir um relacionamento.
Entretanto, o dia da viagem foi ficando próximo e uma semana antes ela ficou ausente. Foi deixando de conversar como fazia, foi sumindo. Eu imaginei que estaria com amigos e relevei. Até que o dia da viagem chegou, e eu fiquei bem ansioso.
Era uma sexta feira fria, ela iria pegar o ônibus na rodoviária às 19:10 e eu iria com a minha mãe busca-la, como ela combinou com a mãe da menina por telefone. Quando eu estava me arrumando pra sair, a mãe dela me chama dizendo que não iria mais, porque a menina havia saído pro cabeleireiro e não tinha chegado ainda. Pro meu alívio, ela chegou mas perdeu o ônibus, mas trocou a passagem por uma às 20:30. Tudo bem, minha mãe e eu esperamos para encontra-la na rodoviária às 22:00.
Quando ela entrou no ônibus, pediu para que eu comprasse na farmácia um anticoncepcional pois o dela acabou e ela esqueceu de passar na farmácia pra comprar mais. Isso aumentou minha expectativa para o final de semana.
Entretanto, quando chegamos em casa, ela foi bem evasiva. Não quis ficar junto a mim e quando deitei ao seu lado, ela pediu para que eu fosse para o outro colchão pois ela é bem espaçosa. Fiquei magoado, mas tudo bem, já era quase uma hora da manhã e tínhamos que acordar às 5:30 para ir ao sítio, então entendi que ela estava cansada para fazer qualquer coisa comigo.
Fomos ao sítio e então o inferno começa. Logo quando chegamos, eu estava descarregando o carro quando ela disse que iria dormir no quarto com as meninas, e perguntou se eu "não vou ficar bravo". Ela não queria dormir comigo, era claro. Alguns minutos depois ela disse que realmente não queria dormir comigo porque estava com um problema de saúde no útero e não queria fazer nada... Mas tudo bem.
Durante o dia, ela se mostrou mais distante de mim, como se estivesse desconfortável com a minha presença e não a quisesse. Ela teve de conhecer todas as pessoas presentes e se mostrou mais feliz e solta com elas do que comigo, com quem conversava havia exatos dois meses e até brincava de minha mãe ser a sogra dela. Eu tentei algumas vezes me aproximar dela porém ela ficava quieta quando eu chegava e isso foi me destruindo cada vez mais. As brincadeiras que eu fazia, ela revirava os olhos e fazia cara feia. Senti que ela também me fez de capacho, pois ela não bebe refrigerante, sucos prontos e nem naturais com açúcar, tendo que ser só naturais. Fiz questão de comprar frutas para fazer suco para ela sem adoçar e, quando fiz um para ela beber, ela não agradeceu, e depois falou pra eu fazer outro. Fez cara feia quando eu disse que não estava a fim e falei pra ela fazer, já que eu fiz o primeiro.
Após o almoço ela disse que iria tirar um cochilo e, após o mesmo, pediu para eu emprestar o lençol que eu levei de casa para ela arrumar a cama dela. Nesse instante, achei que seria possível a gente conversar ou ao menos ficar a sós por alguns minutos, mas ela simplesmente agradeceu e falou pra deixar a porta aberta.
Agora cá estou, deitado em minha cama no sitio desde às 14:30 (agora são 17:00). Está um sol forte lá fora, céu aberto e clima bem agradável. Amigos estão se divertindo. Eu, entretanto, tudo que quero é ficar deitado, não tenho vontade de ir lá fora e tudo que eu queria era estar em casa sozinho, onde poderia me lamentar por ter me apaixonado por alguém que visivelmente não gosta de mim ou da minha companhia, sem ninguém para me julgar ou mentir que não quero ir jogar bola ou pular na piscina porque estou "ruim do estômago".
Me sinto como na adolescência, tudo de novo, quando me apaixonava e me entregava por alguém que não me dava a mínima. Me sinto fraco e sem vontade de fazer qualquer coisa, apenas esperando amanhã, dia que iremos embora e eu poderei ficar "livre dela".
Mais uma vez, obrigado por ter lido até aqui e desculpe por você perder seu tempo lendo esse longo desabafo.
submitted by andrevbl to desabafos [link] [comments]


2018.05.09 02:57 porco-espinho A menina que mudou minha vida. (E ela provavelmente nem sabe disso)

Tô meio reflexivo nos últimos dias e também estou tentando melhorar minha escrita, então juntando o útil ao agradável, está saindo esse desabafo.
Antes queria falar sobre o que eu acho de mim mesmo, pra dar algum contexto. Acho que minha melhor qualidade é a falta de orgulho, e o fato que sou muito egoísta, sempre me coloco a frente de qualquer outra coisa ou pessoa. Juntando os dois eu acabo sendo alguém que sempre está do lado do time que está ganhando. Mudo de posicionamento e de opiniões como se fosse cueca, muitos me acham hipócrita, provavelmente estão certos. Também sou bom em influenciar pessoas, sempre consigo que as pessoas a minha volta, tenham as ideias que eu acho certas.
Com o contexto criado, vamos à história, tudo começou quando entrei no colegial. Eu odiava escola, sempre fui aquele aluno mediano, mas puxado pra zuera, não estava na lista dos três piores alunos da sala, mas meus pais tiveram que ir na escola algumas vezes. Desde o fundamental eu carreguei comigo um amor pela matemática, era minha matéria preferida, sempre ia bem nela (em física também), mas em todas as outras eu era uma aberração, sempre mendigando arredondamentos pra somar a nota mínima e passar de ano, recuperações e provas substitutivas eram parte do meu cotidiano.
A escola que eu estudava era grande, tinham várias turmas do mesmo ano, é era comum as turmas se comunicarem pra trocar trabalhos e tarefas. Em uma dessas, no meu segundo ano, acabei pegando o MSN da Luiza (nome fictício), uma garota de outra turma que tinha pego o mesmo tema que eu. Adicionei é fui pedir o trabalho para copiar, ela foi muito educada comigo mas negou, não me passou, nem deu uma desculpa, só falou que não ia passar e mudou de assunto. Fiquei meio perdido, não esperava aquilo, já tinha feito várias vezes e sempre conseguia no final, mas ela foi diferente, me deu várias dicas de como fazer o trabalho, mas não me deu ele pronto. Acabei tendo que fazer, não entregar ele significava que eu não teria mais chance alguma de passar direto naquela matéria.Depois disso, passei a conversar com Luiza frequentemente, as vezes na escola mesmo, mas normalmente pelo MSN, ela sempre me ajudava com algumas tarefas do gênero.
Nesse ponto eu preciso falar mais sobre Luiza, ela sem dúvidas estava no top3 das meninas mais bonitas do meu ano, mas ela namorava um cara do terceiro ano. Ela era a menina super dedicada, filha de um casal de professores, ela era a detentora do melhor boletim do ano, era a garota que todos os professores amavam. Totalmente certinha e perfeitinha é a melhor definição que tenho pra ela nesse momento. O tempo foi passando, e mantive esse contato com ela, aliás ela sempre me ajudava, quando eu realmente precisava fazer algum trabalho.
Românticamente meu segundo ano foi bem legal até, tive alguns rolinhos característicos dessa idade, mas nada sério, só ia levando. A coisa melhora logo depois que acaba o ano letivo. O terceiro ano vai fazer a tradicional viagem de formatura e o namorado de Luiza decide que queria aproveitar solteiro. No momento não passou nada pela minha cabeça, só segui minha vida e segui conversando com ela, mas agora as vezes as conversas se alongavam por horas e começaram a ficar mais frequentes.
Quando começou o terceiro ano eu tinha certeza, precisava me aproximar mais dela, era mina única chance. Mas eu não sabia como ela poderia se interessar por mim, eu era só o garoto que tinha problema com as notas, bom em matemática e viciado em jogos de PC e ela era perfeita.
Não tenho muito o que comentar nesse ponto, as coisas foram seguindo naturalmente, até que um dia, aconteceu e tentei beijar ela. Para minha surpresa, fui correspondido, e a Luiza me beijou de volta, foi o início do nosso namoro. Foi uma época mágica, eu realmente fiquei apaixonado por ela e me sentia correspondido. Ela melhorou minha vida em todos os aspectos, meu comportamento, minhas notas, minhas atitudes, minha responsabilidade, tudo influenciado por ela, eu já tinha mudado muito, mas ela ainda ia mudar muito mais em mim.
Mas com isso também vi o outro lado dela, o que antes eu achava uma menina brilhante, agora eu via uma menina dedicada. Ela não tinha facilidade nas matérias, mas sim estudava por incontáveis horas na sua casa, pra manter o nível de excelência. Realmente, não acho que nesses últimos 10 anos eu conheci outra pessoa tão dedicada quanto ela. Outro ponto importante é que é ela era muito sonhadora, com 17 anos ela já tinha a vida dela inteira programada, quando ia casar, quando ia ter um filho, quando ia trocar de emprego, realmente tudo, e eu estava inserido nesse sonho dela, mas eu via que claramente ela conseguiria fazer tudo aquilo sozinha.
Tivemos um ano incrível, terminamos o colegial juntos, tive notas de um aluno normal (e não de um idiota) até nossas famílias já se conheciam e se "gostavam", mas como todo recém formado, entramos pra faculdade. Eu fui fazer computação em uma faculdade da cidade e ela passou em um curso tradicional de humanas em uma faculdade na cidade vizinha. Como todo adolescente idiota eu conheci o mundo das festas da faculdade, primeiro semestre e eu estava sempre tentando ir pra festa, ela também entrou na onda, curtimos muito nos primeiros meses das nossas faculdades.
Só que eu precisava de mais, eu queria curtir aquilo ao máximo e nesse ponto Luiza passou a ser um problema pra mim. Não demorou muito pra tomar a decisão que eu precisava estar solteiro pra curtir aquilo ao máximo. Passei a colocar na cabeça dela que precisávamos terminar, pouco tempo depois tivemos o fatídico dia em que "juntos" chegamos a conclusão que seria melhor para os dois se terminamos. Mas a realidade é que eu já tinha todas as falas e todos os cenários programados na minha cabeça, só precisei fazer ela dizer as palavras, foi fácil eu conhecia ela muito bem.
Nesse momento eu sabia o que tinha feito e sabia que tinha trocado uma vida perfeita, com a menina perfeita e precisava fazer aquilo valer a pena, não importava o preço disso. Foi minha segunda era de ouro, eu curti muito, zuei muito, bebi muito, me droguei muito e segui a vida cheia de exageros. Sempre com o pensamento de que eu troquei a Luiza por aquilo, então eu precisava fazer valer a pena. Meus pais não são ricos, então pra sustentar meu estilo de vida, logo consegui um estágio em programação.
No estágio logo eu vi uma oportunidade pra ser efetivado, mas eu estava concorrendo com outros cinco estagiários, todos em anos mais avançados do que eu na faculdade. Nesse ponto o pensamento de Luiza sempre me voltava, eu precisava da vaga, pra provar pra mim mesmo que eu tinha feito a decisão certa. Em três meses de estágio fui efetivado, depois de muito estudar por conta é trabalhar praticamente o dobro do que era necessário. Levei muito a sério a ideia de Play Hard, Work Hard, essa era minha vida agora.
A história se repetiu mais algumas vezes, e tive uns ascensão bem grande em um curto tempo, tudo graças a Luiza. Nesse ponto ela passou a ser um ideal de vida pra mim, apesar de nunca mais ter tido muito contato com ela, era a lembrança de ter deixado ela, que me motivava à ir pra frente e pra cima. Eu queria provar pra mim mesmo que tinha feito a escolha certa.
Hoje já se passaram quase 10 anos desde que começamos a namorar, e vejo o quanto aquela menina me mudou e o quanto eu ainda colho frutos disso. Tive outros relacionamentos no caminho, mas nunca foram metade do que eu tive com aquela menina que não me ajudou com o trabalho de Geografia. Fui muito mais longe do que qualquer pessoa poderia imaginar, todo mundo sempre achou que eu tinha um dom ou algo especial, mas era bem mais complexo do que isso. Tenho hoje um salário maior do que um governador e participação em três empresas. Hoje Luiza já não é minha fonte de inspiração, mas sempre que dizer o quão importante ela foi na criação de tudo isso, na minha criação.
Desculpa, ficou muito longo, se alguém leu até aqui, obrigado mesmo! Digitei no celular então vou ainda dar uma re-lida e possívelmente editar alguns erros, mas todo e qualquer feedback será muito bem aceito.
Espero que você esteja feliz Luiza. Te desejo tudo de melhor, você é incrível.
submitted by porco-espinho to desabafos [link] [comments]


2017.01.15 01:29 luiseduardobr1 [Desabafo] Depois de 6 meses sem contato, minha ex volta para infernizar minha vida.

Sei que muitos aqui não gostam de desabafos por não agregarem ao conteúdo do sub, mas como há um ano atrás (aproximadamente isso) pedi o conselho aqui sobre o que fazer com meu namoro que ia de mal a pior, com uma ex egoísta/egocêntrica, com crises de beleza intensas, que não me deixava em paz para terminar e sempre voltava para me iludir ou manipular, decidi mais uma vez pedir a ajuda do pessoal (se possível) para opinarem em algo que me incomodou muito.
Para os que não me conhecem ou não leram meus relatos anteriores, minha ex é uma menina bonita que eu mantinha um relacionamento a distância (apesar que a via quase todo o mês) e que tudo piorou quando fui traído. Depois disso, ainda continuei (erro meu) e mesmo ela dizendo que queria ficar comigo e me implorando para não terminar continuou mentindo, iludindo, humilhando (e eu mesmo me humilhava em situações que não quero lembrar) e até sacaneando com meus sentimentos e esforços. Ela nunca pareceu se importar muito comigo, mas sim com o bem que eu fazia para ela, pois ajudava com as inseguranças dela, conversavamos muito e saímos muito quando juntos (inclusive gastando bom dinheiro)... E o pior, que eu amava ela de verdade, a ponto de estar preparado para mudar minha vida toda para sua cidade para poder ficar com ela, mesmo diante da total repulsa dos meus pais com a ideia.
Nesse meio tempo, aconteceu muitas coisas ruins, muitas mesmo, na qual eu mais sofria do que ficava feliz. Só que certas coisas sempre me dificultavam a largar mão dela, como a beleza, por mais fútil que pareça, eu achava o rosto dela lindo, como nunca vi outra, e eu não achava que ia conseguir achar outra tão bonita e que me fizesse tão "feliz" (acreditem já fui feliz com ela) ou então o papo que fluía muito bem ou ainda as saídas que sempre eram ótimas... vendo agora percebo que ela tem tudo para "conquistar" qualquer cara, infelizmente tem um grave problema, ela é psicopata, por não ter empatia com o sofrimento alheio..
Então, depois de muito sofrimento, eu consegui parar de falar com ela em julho, bloquei seu número do WhatsApp e até da sua mãe, parei de responder aos emails que recebia dela, e achei realmente que nunca mais iria falar com ela até que quinta agora enquanto escovava os dentes quase tenho um infarto ao ver o rosto dela e uma mensagem "olha só quem eu achei o número". E o trouxa aqui acabou conversando, e caindo em TODAS as armadilhas dela: queria saber da minha vida se eu namorava, tentou ver se eu ainda sentia algo por ela, começou a jogar algumas ilusões e lembranças antigas e não parava de puxar assunto. Hoje mesmo estou escrevendo esse desabafo, pois passei dois dias sem conseguir pensar em outra coisa, eu amo ela, eu queria ficar com ela (ou então com a imagem que criei dela), eu queria poder conversar com ela nem que fosse só como amigo, mas o problema que não consigo isso, eu tenho sentimentos, eu fico com ciúmes, inveja, etc. Eu achava que em 6 meses meus sentimentos teriam diminuído, mas pelo visto só estavam guardados numa gaveta prontos para serem usados novamente. Agora, não sei mais o que fazer, hoje ela mandou um meme e eu ignorei e ela percebeu isso, mas a cada mensagem dela meu coração para e me sinto triste por querer responder mas não poder. Por querer ficar com ela, mas saber das traições e mentiras e o fator ainda pior POR ELA MORAR EM UM OUTRO ESTADO. Com isso, estou dividido, uma parte de mim queria estar com ela, responder, nem que fosse como amigo, mas a outra parte sabe que isso só seria possível se não me importasse mais com ela, se conseguisse não me afetar se ela falasse algo.. E ainda fico frustrado que ela consegue falar comigo sem ficar mal..
Penso que alguns aqui já passaram por isso ou algo parecido e podem me aconselhar em como agir nessa situação, estou sinceramente devastado por dentro e muito confuso com o que fazer. Se alguém puder ajudar realmente será muito útil para mim e irei ler todas as mensagens.
RESUMO: A maluca da minha ex comprou outro número/celular e entrou em contato comigo após 6 meses sem contato e está afetando muito minha cabeça e até físico. Além do mais, ela mora em outro estado e não há como nos ver.. Sem falar que durante a relação sofri com traição, mentira, humilhação e as próprias loucuras dela que bem ou mal me atingiram mais do que pensei que atingiriam.
submitted by luiseduardobr1 to brasil [link] [comments]


Como Ignorar uma Mulher Corretamente - YouTube ANALISANDO ABORDAGEM - CONHECI A GAROTA MAIS LEGAL DO MUNDO Coisas que as garotas ODEIAM nos garotos - YouTube 5 ATITUDES DE UM HOMEM APAIXONANTE - YouTube CONQUISTE ALGUÉM EM 7 MINUTOS - YouTube Como Conquistar Uma Garota: Incríveis Dicas de Namoro Para ... MITADAS DO BOLSONABO - E09 - YouTube CONHECI A GAROTA MAIS LEGAL DO MUNDO 5 erros que todo BONZINHO comete (e que você TEM QUE ... 10 PERGUNTAS PARA PUXAR ASSUNTO E CONHECER MELHOR O CRUSH ...

Como dizer uma menina Você Love Her (para adolescentes)

  1. Como Ignorar uma Mulher Corretamente - YouTube
  2. ANALISANDO ABORDAGEM - CONHECI A GAROTA MAIS LEGAL DO MUNDO
  3. Coisas que as garotas ODEIAM nos garotos - YouTube
  4. 5 ATITUDES DE UM HOMEM APAIXONANTE - YouTube
  5. CONQUISTE ALGUÉM EM 7 MINUTOS - YouTube
  6. Como Conquistar Uma Garota: Incríveis Dicas de Namoro Para ...
  7. MITADAS DO BOLSONABO - E09 - YouTube
  8. CONHECI A GAROTA MAIS LEGAL DO MUNDO
  9. 5 erros que todo BONZINHO comete (e que você TEM QUE ...
  10. 10 PERGUNTAS PARA PUXAR ASSUNTO E CONHECER MELHOR O CRUSH ...

nesse vÍdeo eu mostro o dia em que eu conheci a garota mais legal e simpÁtica do mundo. foi um momento que realmente tem que ser guardado na vida. esse vÍdeo... Vídeo especial pra você - http://homemderespeito.com/ Meu instagram - https://www.instagram.com/caue_nespoli/ Inscreva-se em Incrível: https://goo.gl/ZHFt2x ----- Como Conquistar Uma G... Você se considera um cara bonzinho demais? Você só se ferra por ser bonzinho? Chegou a hora de mudar isso. O Eddie e o Leo sentaram para levantar os principa... O QUE AS GAROTAS MAIS GOSTAM.. https://www.youtube.com/watch?v=3tHa77kNKQ0&t=1s UM POUCO MAIS SOBRE MIM... TWITTER: @Vitoria_Bom2 MUSICAL.LY: @viihbom INSTAG... esse vÍdeo mostra como vocÊ pode conhecer uma garota atualmente (2018) de um jeito maneiro. Aproveitem a vida. Uns trinta minutos atrás estava na beira da praia, olhando o céu e o mar... Existem atitudes que tornam os homens irresistíveis, e hoje eu vim dizer quais são essas, do fundo do meu coração. ESTÁ ROLANDO MEU CURSO PARA HOMENS: https:... Genteee, já tá no ar a primeira temporada do LOVE DRAMA, o PRIMEIRO PROGRAMA DE CONQUISTA / PRA SOLTEIROS DO YOUTUBE BR, apresentado por mim! Vem veeeer! htt... BAIXE O MEU APP GRÁTIS: http://bit.ly/baixeoluvin Para iOS ainda não saiu :( mas sai EM BREVE :D - VEM ME SEGUIR: https://www.instagram.com/thatamnz - ---- C... Pânico na Band 04.06.2017 Inscreva-se no canal: http://bit.ly/InscrevaSePanico -----...